Vantagens da Internet das Coisas para o mundo corporativo - Assespro - SP

Vantagens da Internet das Coisas para o mundo corporativo

Início/ÚLTIMAS NOTÍCIAS/Artigos/Vantagens da Internet das Coisas para o mundo corporativo

Vantagens da Internet das Coisas para o mundo corporativo

Existem inúmeras vantagens da Internet das Coisas para a sociedade como um todo, entretanto, neste artigo nos aprofundaremos nos benefícios oferecidos ao mundo corporativo.

Antes de continuarmos, entretanto, é importante ressaltar que a Internet das Coisas (IoT) não é mais assunto para o futuro…ela está, atualmente, nos mais diversos campos e o debate então passa a ser em torno de um melhor aproveitamento da tecnologia e de como torná-la cada vez mais segura.

O que é a Internet das Coisas?

Embora seja um assunto atual, vamos dar uma breve explicação sobre o conceito da Internet das Coisas para que possamos nos aprofundar em suas vantagens.

O termo “Internet das Coisas” começou a ser usado por Kevin Ashton, pesquisador britânico do Massachusetts Institute of Technology (MIT) em 1999, quando estava realizando uma apresentação sobre a ideia de etiquetar produtos eletronicamente para facilitar a logística da produção através de identificadores de rádio frequência.

Usando poucas palavras, podemos dizer que “Internet das Coisas” nada mais é que a conectividade de objetos utilizados em nosso dia a dia à internet. Desta forma, esses objetos conseguem interagir com o ambiente.

Apenas para exemplificar a aplicação desta tecnologia, podemos citar os sensores que informam, em tempo real, a localização de algum produto, os sensores de temperatura e umidade utilizados em datacenters que envia uma mensagem de alerta caso a temperatura e umidade fiquem acima do aceitável para a manutenção dos equipamentos e muitos outros.

Quais as vantagens da Internet das Coisas?

Já no que diz respeito às vantagens da Internet das Coisas, podemos afirmar que não são poucas e que as empresas que não se adequarem a essa realidade, invariavelmente perderão mercado para a concorrência!

Pensando nisso, veja algumas das principais vantagens da Internet das Coisas para o mundo corporativo:

Economia – Em geral, a IoT possibilita a redução do quadro de funcionários, a melhoria da vida útil de equipamentos, a redução do consumo de energia, água e suprimentos, dentre outros.

Interação – A tecnologia da IoT possibilita maior interação entre os fatores que englobam um processo com um todo. Desta forma, empresas conseguem, por exemplo, criar uma melhor interação com seus clientes de maneira a prever e atender suas demandas e expectativas.

Erros e falhas – A IoT ajuda na prevenção de possíveis erros e falhas, humanos ou não, como no exemplo citado anteriormente dos sensores em data centers que monitoram a temperatura e a umidade do ambiente.

Maior autonomia – Outro grande benefício da tecnologia é oferecer maior autonomia aos equipamentos, que deixam de depender 100% da interação humana e dos colaboradores que podem se dedicar à funções mais estratégicas enquanto as “coisas” realizam suas tarefas sem a necessidade de supervisão.

Tomada de decisões – O acesso a dados em tempo real possibilita aos gestores informações mais precisas para uma tomada de decisões mais acertada.

Os desafios da Internet das Coisas

Mas como nem tudo são flores, a Internet das Coisas possui também uma série de desafios dos quais, sem uma resolução, se torna praticamente impossível desenvolver ainda mais essa tecnologia.

Burocracia

Um dos maiores problemas, como era de se esperar, está relacionado à burocracia que a aplicação das novas tecnologias enfrenta. A IoT aplicada à setores de saúde, por exemplo, precisa de aprovação da ANVISA e INMETRO, e para isso, inúmeras taxas, processos administrativos e entraves aparecem no caminho.

Tributação

Sabemos que o Brasil tem um sistema tributário extremamente complexo, por isso, inovações como estas enfrentam inúmeras dificuldades, já que, num geral, o sistema não possui a Internet das Coisas em sua legislação tributária.

O problema deste despreparo é que, muitas vezes, os serviços encarecem consideravelmente justamente pelo desconhecimento da sua aplicação e real função, o que acaba afetando investimentos provindos de outros países, onde esse tipo de problema não ocorre.

Substituição da mão de obra

Outro desafio que a Internet das Coisas enfrenta está relacionada à resistência de alguns setores quanto à dispensa das atividades humanas, podendo causar uma maior taxa de desemprego.

Em alguns casos, pessoas e empresas podem deixar de fechar contratos com fornecedores que utilizem a IoT em seu processo produtivo como forma de protesto.

Insegurança

Por fim, o maior desafio da IoT é, sem dúvida, lidar com a insegurança.

Dizemos isso porque recentemente, com o caso da espionagem da NSA aos cidadãos americanos e estrangeiros, ficou evidente que a comunicação e o armazenamento de dados na internet não é tão seguro quanto se imaginava.

Além de termos salvos na internet dados bancários e pessoais, com a Internet das Coisas, outros serviços podem ser alvo de ações de hackers que elevam o nível de insegurança que a tecnologia traz.

Para se ter uma ideia dos dos perigos, podemos exemplificar com um caso ocorrido em janeiro deste ano, onde um hotel da Áustria teve que pagar uma recompensa para um hacker que trancou todos os quartos do estabelecimento através de um ataque cibernético.

Não são poucas as questões que devem ser consideradas, entretanto, a certeza que temos é que a tecnologia não pode, nem deve regredir, sendo assim, nossos esforços devem estar voltados para as soluções dos problemas que a Internet das Coisas pode causar e não permitir que esta tecnologia deixe de nos oferecer sua gama de benefícios.

By | 2017-11-02T17:47:38+00:00 outubro 3rd, 2017|Artigos|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário