Review assespro-SP para o setor de TIC – 27/11/20

O ministro Marcos Pontes se reuniu, durante a semana, com o presidente da República, Jair Bolsonaro, com o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Clésio Marcos de Nardin e com secretários da pasta. Pontes cumpriu, ainda, agenda de eventos, em que participou da VII Conferência Ministerial sobre a Sociedade da Informação da América Latina e Caribe e do Fórum Nacional – Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de C, T&I (CONSECTI)

MCTI institui Comitê de Governança Digital

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) publicou, nesta segunda-feira (23), a Portaria MCTI nº 4.075/2020 que, dentre outros, institui Comitê de caráter estratégico e deliberativo com a finalidade de decidir sobre os assuntos relativos à implementação das ações de governo digital e ao uso de recursos de TIC no âmbito do MCTI. Dispõe sobre a composição, competências, reuniões, grupos de trabalho e regimento interno do Comitê de Governança Digital (CGD).

Compete ao CGD, dentre outros: (i) promover a integração entre as estratégias organizacionais e as estratégias de TIC; (ii) monitorar e avaliar a gestão de TIC do MCTI; (iii) propor o alinhamento entre as ações de TIC, as estratégias de negócio do MCTI e a Estratégia de Governo Digital (EGD) do Governo Federal; (iv) avaliar e deliberar sobre o: (a) Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação (PETIC) do MCTI ou instrumento equivalente; (b) Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC) do MCTI ou instrumento equivalente; (c) Plano de Transformação Digital do MCTI; e (d) Plano de Dados Abertos (PDA) do MCTI; (v) definir prioridades na formulação e execução de planos, projetos e investimentos em TIC para o MCTI; (vi) sugerir, monitorar e propor alterações à proposta orçamentária específica para as ações de TIC; (vii) monitorar as ações do MCTI em relação à EGD; e (viii) deliberar, amparado nas recomendações do Comitê de Segurança da Informação do MCTI, sobre os assuntos relativos à Política Nacional de Segurança da Informação (PNSI). A medida passa a vigorar a partir de 1º de dezembro.

MCTI institui Comitê de Segurança da Informação

– A Portaria MCTI nº 4.112/2020, publicada nesta quinta-feira (26), institui Comitê com a finalidade de assessorar a Secretaria-Executiva do MCTI nas atividades relacionadas à segurança da informação. Dispõe sobre sua composição, competências e reuniões.

Compete ao CSI: (i) assessorar na implementação das ações de segurança da informação; (ii) constituir grupos de trabalho para tratar de temas e propor soluções específicas sobre segurança da informação; (iii) participar da elaboração da Política de Segurança da Informação e das normas internas de segurança da informação, em conformidade com a legislação existente sobre o tema, bem como de suas alterações, e submeter as propostas ao Comitê de Governança Digital para apreciação e pronunciamento; e (iv) deliberar sobre as normas internas relativas à segurança da informação. A medida passa a vigorar a partir de 4 de janeiro de 2021.

Startup Point: lançado portal que unifica iniciativas do governo de apoio às startups

– Foi lançado na quarta-feira (25), o portal Startup Point, ferramenta que busca facilitar a vida do empreendedor que se interessa por programas de apoio do governo federal. O lançamento ocorreu durante a 30ª Conferência Anprotec de Empreendedorismo e Ambientes de Inovação, e é uma iniciativa conjunta do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Ministério da Economia (ME). Os trabalhos foram coordenados pela Secretaria de Empreendedorismo e Inovação (Sempi/MCTI) e pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec/ME). No portal, estão relacionadas todas as iniciativas do poder executivo federal, bem como dos serviços sociais autônomos, de apoio às empresas startups. Antes da sua criação, não existia um portal único em que o empreendedor brasileiro pudesse ter conhecimento de todas as políticas públicas federais de apoio a startups. Agora, em qualquer lugar do Brasil com acesso à internet, o empreendedor pode tanto conhecer todas as iniciativas, quanto identificar, através de um filtro de maturidade, quais políticas são específicas para o estágio do seu empreendimento. São dezenas de iniciativas com uma variedade de públicos-alvo, buscando atender a diferentes atores do sistema de inovação, bem como a responder a necessidades de políticas públicas diversas.

ITI aprova versões revisadas de DOC-ICPs

– O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, subordinado à Casa Civil, publicou as seguintes Instruções Normativas: (i) nº 18/2020, que aprova a versão 3.0 do documento DOC-ICP-05.04 – Procedimentos para Gerenciamento da Chave Simétrica para Geração do IDN; (ii) nº 19/2020, que aprova a versão 2.0 do documento DOC-ICP-07.01 – Procedimentos para Obtenção da Hora UTC na ICP-Brasil; e (iii) nº 20/2020, que aprova a versão 3.0 do documento DOC-ICP-17.01 – Procedimentos Operacionais Mínimos para os Prestadores de Serviço de Confiança. As medidas passam a vigorar a partir de 1º de dezembro.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

 

Já conferiu os conteúdos em nosso canal do Youtube?

Inscreva-se em nosso canal e ative o sininho para receber notificações dos novos conteúdos ACESSAR CANAL DO YOUTUBE

ASSOCIADOS assespro-SP receberam em seus e-mails informativos completo com principais noticias da semana. Destaques em Brasília. Quer receber mais informações? Faça parte do ecossistema da assespro-SP.

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

a