Esta no AR o 2° vídeo da série SEGUROS! Confira no nosso canal do Youtube

Série onde vamos falar sobre os vários tipos de Seguros e seus benefícios. Associados assespro tem condições especiais e/ou descontos de até 40%.

Conheça a ASSESPRO-SP: http://www.assespro-sp.org.br/ Se sua startup ou empresa já é associada a ASSESPRO e deseja saber + sobre as condições especiais aos colaboradores e seus familiares, entre em contato conosco pelo email: querosabermais@assespro-sp.org.br

Seguro de Equipamentos, Seguro Cyber ou Cyber Risk, D&O, E&O, Responsabilidade Civil, Seguro Patrimonial / Incêndio, Vida, Saúde, Auto
e outros…

Lembramos que TODOS, colaboradores e familiares das startups e empresas associadas ou não, podem solicitar o atendimento diferenciado de um consultor, onde individualmente será identificado a demanda e o mesmo irá apresentar-lhe e/ou indicar-lhe os produtos que melhor atendam a demanda.

O solicitante sendo de uma startup / empresa associada a ASSESPRO-SP terá alem do SUPER ATENDIMENTO, condições especiais e/ou descontos de até 40% nos seguros*.

*De acordo com cada fornecedor e/ou produto.

 Acesse agora nosso CANAL DO YOUTUBE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL E ATIVE O SININHO PARA RECEBER NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS CONTEÚDOS!

Ou se preferir, solicite o contato do CONSULTOR ESPECIALIZADO ==>  AQUI


Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Review assespro-SP para o setor de TIC – 13/11/20

CNEN estabelece o Sistema de Gestão da Inovação

– A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), publicou, nesta quarta-feira (11), Instrução Normativa que dispõe sobre a composição e competências do SGI, bem como sobre (a) os critérios para a definição e gestão dos direitos e obrigações relacionados à propriedade intelectual; (b) transferência de tecnologia e licenciamento; (c) extensões tecnológicas; (d) prestação de serviços técnicos especializados; (e) parcerias com instituições públicas ou privadas; e (f) o orçamento da CNEN e recursos obtidos com a inovação.

Estabelece, como competências do Comitê de Inovação (CI), parte integrante do SGI da CNEN: (i) planejar anualmente as ações institucionais de capacitação de recursos humanos em empreendedorismo, gestão da inovação, transferência de tecnologia e propriedade intelectual; (ii) propor o montante de recursos orçamentários para o alcance das metas e atividades dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) e para a concessão de bolsas de estímulo à inovação no ambiente produtivo; (iii) apoiar os NIT em questões operacionais, técnicas e estratégicas, propondo soluções para as dificuldades encontradas, assim como os estudos e as estratégias relacionados à propriedade intelectual, prospecção tecnológica, inteligência competitiva, transferência de tecnologia, inovação e capacitação; e (iv) compartilhar práticas e aprendizado em gestão da propriedade intelectual, transferência de tecnologia, inovação e capacitação.

MCTI estabelece prazo de envio de formulário sobre Política de Propriedade Intelectual das ICTs

– A Portaria SEMPI/MCTI nº 4.033/2020, publicada nesta quinta-feira (12), estabelece que o preenchimento e envio do Formulário Eletrônico (Formict) sobre a Política de Propriedade Intelectual das Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICT) do Brasil, referente às informações do ano-base 2019, deverá ser feito até 31 de janeiro de 2021.

Instruções Normativas do ITI aprovam revisões de DOC-ICPs

– Publicadas pela Instituto Nacional de Tecnologia da Informação da Casa Civil, nesta sexta-feira (13), as Instruções Normativas ITI nº 13/2020 e nº 14/2020, que aprovam, respectivamente: (i) a versão 2.0 do documento DOC-ICP-03.02 – Requisitos Mínimos de Segurança PSBio na ICP-Brasil; e (ii) a versão 2.0 do documento DOC-ICP-12.01 – Perfil do alvará do carimbo do tempo da ICP-Brasil.

Governo lança alerta urgente de prevenção contra ataques ao Windows Server e ao VMware

– O CTIR Gov, Centro de Tratamento e Resposta a Incidentes Cibernéticos de Governo, que faz parte do Departamento de Segurança de Informação (DSI) no Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, emitiu alertas sobre a campanha de ransomware que atinge órgãos do governo de todos os níveis, e que congelou as redes do Superior Tribunal de Justiça e da Secretaria da Fazenda do Distrito Federal. O alerta foi publicado no sábado dia 07 e renovado na noite de segunda-feira, 09/11. As atualizações do órgão do governo, responsável pelo controle de ataques cibernéticos na Administração Federal, chamam a atenção para itens críticos, como atualizações e acréscimo de proteções nos mais diversos sistemas de segurança nos ambientes de internet, intranet, monitoração, servidores e backup.

MCOM estabelece as diretrizes para atuação no apoio a políticas de conectividade em banda larga

– Foi publicada nesta quarta-feira (11), no âmbito do Ministério das Comunicações, Portaria que, dentre outros, determina que o MCOM atuará para promover o acesso aos serviços de conectividade em banda larga para: (i) escolas, universidades e demais instituições de ensino indicadas pelo ME; (ii) rotas de integração nacional e arranjos produtivos objeto de políticas públicas pelo MDR; (iii) sistemas e corredores prioritários de logística indicados pelo MINFRA; (iv) hospitais, unidades de saúde familiar e demais estabelecimentos de saúde indicados pelo MS; (v) rotas e pontos turísticos indicados pelo MTur; e (vi) assentamentos e outras áreas agrícolas produtivas indicados pelo MAPA.



Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

 

Já conferiu os conteúdos em nosso canal do Youtube?

Inscreva-se em nosso canal e ative o sininho para receber notificações dos novos conteúdos ACESSAR CANAL DO YOUTUBE

ASSOCIADOS assespro-SP receberam em seus e-mails informativos completo com principais noticias da semana. Destaques em Brasília. Quer receber mais informações? Faça parte do ecossistema da assespro-SP.

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Assespro em parceria com a Bossa Nova Investimentos, lançam o Assespro Investe, com investimento de até R$ 5 milhões

Assespro e Bossa Nova Investimentos vão investir até R$ 5 milhões em 10 startups.

Uma junção de expertises para transformar investimento em lucros. Essa é a ideia da parceria entre a mais representativa entidade das empresas de Tecnologia do País, a Federação Assespro, e a Bossa Nova Investimentos, micro Venture Capital que investe em startups com atuação em todo território nacional. Eles acabam de criar um comitê para selecionar startups para receber aportes financeiros, mentoria e apresentação ao mercado global.

“Com essa parceria conseguimos juntar o melhor de cada um de nós. Por atuarmos diretamente na área de TI, com mais de 3.500 empresas associadas, percebemos os negócios que tendem a dar certo, conhecemos todas as dificuldades enfrentadas no começo e as fases de crescimento das startups”, explica Italo Nogueira, presidente da Federação Assespro, entidade associativa com sede em Brasília e que acaba de completar 44 anos de atividades.

A princípio serão investidos R$ 5 milhões em, pelo menos, 10 novas empresas de base tecnológica. A união entre Assespro e Bossa Nova vêm sendo negociada desde o ano passado.

“A Bossa Nova tem expertise em investimento e a Assespro em ajudar empresas de tecnologia. Juntar essas experiências é meio caminho andado para garantia de bons negócios e de muito sucesso para as startups”, diz  João Kepler, diretor da Bossa Nova, que foi criada em 2015  e tem em seu portfólio mais do que 500 startups.

Outro fator bastante positivo para o sucesso dos investimentos será a capilaridade que a Assespro acumulou em anos de atividades, segundo Yves Nogueira, Diretor de Capital Empreendedor da Federação e um dos membros do Comitê de Investimentos do Assespro Investe. “Estamos presentes em todas as regiões do País e isso nos ajuda a identificar oportunidades de novas e promissoras empresas em vários estados”, comenta o executivo.

Além de Yves e Italo, também estão no board, Adriano Kryuzuy, que é presidente da Assespro Paraná e Robert Jansen, Diretor de relações internacionais da Federação Assespro e o diretor da Bossa Nova, João Kepler.

Entre os itens que constam na tese do comitê estão o foco nas startups B2B/ B2B2C, inovadoras, digitais e escaláveis. Elas também devem ter mais de um ano de atuação e com produtos e serviços já validados. Já o cheque para investimento em cada startup começa a partir de R$ 100 mil.

As startups interessadas devem ser inscrever pelo site da Bossa Nova Investimentos em https://www.bossainvest.com/assespro/.

Sobre a Bossa Nova

Bossa Nova nasceu em 2015 com a junção dos portfólios de startups investidas dos investidores-anjos João Kepler e Pierre Schurmann. Pensada para preencher uma lacuna entre os aportes iniciais que as startups recebem e as rodadas de investimento que realizam quando a operação já está consolidada, a Bossa Nova busca empresas que já receberam alguma injeção de capital, mas que ainda não tenham sido alvos de novos investimentos.

Sobre a Federação Assespro

Fundada em 1976, a Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – Federação Assespro, é a mais antiga entidade do setor no Brasil e uma das mais antigas no mundo. Ao longo dos seus mais de 40 anos, a entidade vem defendendo os interesses das empresas nacionais de tecnologia e inovação.

A importância da Federação Assespro é reconhecida em todos os níveis do governo, sendo membro ativo de diversos conselhos e comitês, como o Comitê da Área de Tecnologia da Informação e o Comitê Gestor da Internet do Ministério de Ciência e Tecnologia.

Hoje, a Federação Assespro comporta mais de 3.500 empresas de software e serviços de tecnologia a ela ligada por intermédio de 13 regionais, cada uma com diretoria própria, eleita democraticamente.

O universo de associados é composto de empresas privadas nacionais possuindo os maiores acervos da experiência profissional brasileira na área da tecnologia e inovação fora da tutela do Estado e das grandes corporações privadas, atendendo a um universo de clientes de médio e grande porte, como a um incontável número de micro e pequenas empresas em todo os recantos do Brasil.

 

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Review assespro-SP para o setor de TIC – 06/11/20

Ministério lança Rede Escritórios de Projetos MCTI

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) realizou na sexta-feira (30) o evento de Lançamento da Rede de Escritórios de Projetos em CT&I. O webinário teve por objetivo apresentar ao público a estruturação e estabelecimento da Rede de Escritório de Projetos MCTI com o objetivo de difundir boas práticas e dar visibilidade aos projetos dos órgãos e unidades vinculadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). O evento, promovido pela Secretaria de Estruturas Financeiras e de Projetos (Sefip), teve a participação do secretário Marcelo Meirelles e do ministro do MCTI, Marcos Pontes, que destacaram a ideia de organizar as iniciativas de CT&I em forma de projetos efetivos.

CTI/MCTI prepara diagnóstico do estágio dos municípios brasileiros na transição para Cidades inteligentes

– O Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI Renato Archer), unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) está finalizando um projeto em parceria com a também vinculada do MCTI, Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) um estudo que visa identificar o grau de maturidade de cada município brasileiro na transição para a transformação digital com um desenvolvimento sustentável, conceitos propostos nas chamadas, cidades inteligentes ou smart cities, em inglês. O CTI participou neste sábado (31) do Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) evento organizado pelo ministério para a promoção da ciência no país.

Bate Papo Ciência e Tecnologia no Dia a Dia destaca benefícios do Marco Legal das Startups

– O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, recebeu nessa terça-feira (3), o secretário de Empreendedorismo e Inovação, Paulo Alvim, para mais uma edição do já tradicional Bate Papo Ciência e Tecnologia no Dia a Dia. O programa que é apresentado ao vivo todas as terças-feiras às 19h30 teve como tema dessa última edição, o Marco Legal das Startups. A proposta foi elaborada em conjunto entre os ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e da Economia (ME) em parceria com diversos atores dos setores público e privada por meio de consulta pública. A proposta que visa dar maior segurança jurídica aos empresários e investidores e desburocratizar o setor foi enviada ao Congresso no final de outubro e agora aguarda ser colocada em pauta para votação. “O Marco Legal das Startups representa uma mudança muito grande da estrutura de leis aqui no país. Queremos ajudar essas jovens empresas inovadoras a decolarem, a passarem da situação mais crítica”, afirmou o ministro.

STJ convoca fornecedores e Centro de Defesa Cibernética para reestabelecer TI

– Em nota oficial, o Superior Tribunal de Justiça relata que convocou fornecedores, entre eles, a Microsoft, para ajudar no reestabelecimento dos sistemas de informática atingidos pelo ataque hacker, que suspendeu as atividades da Corte por uma semana. O Centro de Defesa Cibernética do Exército Brasileiro também está participando da força-tarefa para recolocar o STJ em funcionamento. No comunicado, o presidente do STJ, Henrique Martins, nega que a corte tenha perdido dados dos backups no ataque hacker. Admite que as informações foram criptografadas, mas assegura que o backup está preservado e que ‘permanecem íntegras as informações referentes aos processos judiciais, contas de e-mails e contratos administrativos, mantendo-se inalterados os compromissos financeiros do tribunal’. O STJ prevê retomar suas atividades na Internet no dia 10 de novembro.

Designados novos membros da Conitec 

– O Ministério da Saúde publicou a Portaria MS nº 3.002/2020 que altera os membros representantes que compõem o Plenário da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), dentre outros, no âmbito da Pasta: Raphael Câmara Medeiros Parente (Titular); Alexandre Borges Fortes (Primeiro Suplente); e Antônio Rodrigues Braga Neto (Segundo Suplente).

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

 

Já conferiu os conteúdos em nosso canal do Youtube?

Inscreva-se em nosso canal e ative o sininho para receber notificações dos novos conteúdos ACESSAR CANAL DO YOUTUBE

ASSOCIADOS assespro-SP receberam em seus e-mails informativos completo com principais noticias da semana. Destaques em Brasília. Quer receber mais informações? Faça parte do ecossistema da assespro-SP.

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Review assespro-SP para o setor de TIC – 09/10/20

MCTI institui Comissão de Seleção de propostas ao Programa Centelha

 – O Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) instituiu, por meio da Portaria MCTI nº 3.810/2020, a Comissão de Seleção das propostas submetidas em atendimento ao Edital MCTI nº 144/2020, visando à seleção de organização da sociedade civil interessada em celebrar termo de colaboração com o MCTI para o projeto de suporte à implementação do Programa Centelha e designar, para compor a Comissão de Seleção, representantes, titulares e suplentes. O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Brasil. O programa irá oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso.

Portaria do MCTI define os critérios para elegibilidade e cômputo com despesas em pesquisa e desenvolvimento 

– Foi publicada, do Diário Oficial da União (DOU) de sexta-feira (9), a Portaria MCTI nº 3.825/2020, que estabelece os termos, as condições, a forma de prestação de informações para elegibilidade e cômputo e o processo de análise dos dispêndios em pesquisa e desenvolvimento de que trata o Decreto nº 9.557, de 8 de novembro de 2018 (Programa Rota 2030 – Mobilidade e Logística), e dispõe sobre a designação de especialistas para atividades de natureza consultiva acerca dos referidos dispêndios.

Dentre estes, estão elegíveis aqueles projetos de pesquisa que : (i) contemplem atividades voltadas ao desenvolvimento de um novo conhecimento, indisponível no segmento da empresa, significando incremento tecnológico para a organização; (ii) contemplem risco tecnológico; (iii) destinados à criação ou ampliação das condições necessárias ao funcionamento de um centro de desenvolvimento, como: (a) instalações físicas, equipamentos e softwares para laboratórios, centros de pesquisa aplicada e pista de testes; e (b) tecnologias de suporte que permitam a plena operação das atividades do centro de desenvolvimento; (iv) contemplem incerteza tecnológica no desenvolvimento ou melhoria de produtos, processos, ou meios de produção da manufatura de produtos e da fase conceitual até a aceleração e o cadenciamento da produção; e (v) contemplem incerteza tecnológica quanto à integração e a interação entre os diversos níveis de equipamentos, sistemas ou etapas produtivas no processo de manufatura, visando melhorias de qualidade, produtividade e redução de custos.

Ministro participa de mesa redonda do Conselho Empresarial para Entendimento Internacional (BCIU) 

– O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, participou na quarta-feira (7) de uma mesa redonda virtual promovida pelo Conselho Empresarial para Entendimento Internacional (BCIU, na sigla em inglês) como orador convidado. Intitulado Investing in Infrastructure to Bridge the Digital Divide in the Wake of COVID-19, o painel virtual discutiu como o setor público pode fomentar o investimento do setor privado em infraestrutura de conectividade digital e abordar os setores, mercados e formas das empresas participarem na construção de um mundo industrializado mais inclusivo. Em sua fala, o titular do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) agradeceu a oportunidade de falar sobre a importância da conectividade durante a pandemia de Covid-19 e destacou o contraste na infraestrutura entre as diferentes regiões de um país tão grande como o Brasil. O ministro apresentou as ações do MCTI no combate aos impactos da pandemia, como os ensaios clínicos com a nitazoxanida.

MCTI/FINEP: edital de Tecnologia Assistiva demanda R$ 152 milhões

– O Na terça-feira (6), encerrou-se o prazo para submissão de propostas do edital de Tecnologia Assistiva, com recursos (R$ 40 milhões) não-reembolsáveis para Subvenção Econômica e cooperação ICT-Empresa. O edital foi lançado pela Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), empresa pública do MCTI, em parceria com os ministérios da Saúde (MS), da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMDFH). A demanda foi cerca de quatro vezes o valor disponibilizado (quase R$ 152 milhões, com 102 projetos e 163 instituições mobilizadas), o que denota a força da iniciativa e do tema. O objetivo da chamada é fomentar a pesquisa, o desenvolvimento tecnológico e a inovação em projetos que envolvam risco tecnológico e/ou contribuam com ações inovadoras para o SUS. Com isso, espera-se promover a independência, autonomia, inclusão social e melhoria da qualidade de vida de idosos e de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

Delegação Brasileira, coordenada pelo MCTI, participa do 2º Encontro do GT em Nanotecnologia e Ciência dos Materiais dos BRICS

– Foi realizado, nos dias 1º e 2 de outubro, no formato de webconferência, o 2º Encontro do Grupo de Trabalho em Nanotecnologia e Ciência dos Materiais do BRICS (BRICS Working Group of Material Science and Nanotechnologies). A reunião foi organizada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia da Índia e contou com representantes do governo e da academia da Rússia, China, África do Sul e Brasil. O grupo deu continuidade às discussões sobre as iniciativas propostas no Plano de Trabalho de Ciência, Tecnologia e Inovação dos BRICS (2019-2022), tendo como pauta principal a conclusão do texto dos Termos de Referência (TdR) do Grupo de Trabalho e da proposta de criação de um Centro Virtual de Ciência de Materiais e Nanotecnologia do BRICS.

Programa Ater Digital é lançado para levar mais tecnologia ao campo 

– Foi lançado, nesta quinta-feira (8), o Ater Digital, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A iniciativa vai oferecer novas ferramentas de assistência técnica digital aos agricultores. Na prática, o programa foi criado para trazer serviços mais modernos ao setor, por meio de Tecnologias da Informação e Comunicação; garantir agilidade e acesso mais rápido aos conhecimentos sobre produção agrícola, pesquisas de extensão rural e assistência técnica; e incentivar a produtividade e competitividade da agricultura brasileira. Para isso, o Ministério da Agricultura vai destinar, num primeiro momento, R$ 40 milhões. Segundo a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, o Ater Digital vai ajudar o Governo Federal a levar políticas públicas ao pequeno produtor.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Já conferiu em nosso canal do youtube os conteúdos dos eventos passados:

  • Future Cyber – Forum LGPD – Ferramentas de Monitoramento e Gestão – 2° Edição
  • 3° Webnair Mackezie e assespro-SP: Cultura Data Driven, você utiliza em seu negócio para potencializar os resultados?
    ACESSE AQUI

ASSOCIADOS  ASSESPRO-SP receberam em seus e-mails informativos completo com principais noticias da semana. Destaques em Brasília. Quer receber mais informações? Faça parte do ecossistema da assespro-SP!

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Review assespro-SP para o setor de TIC – 02/10/20

MCTI designa representantes do Comitê Consultivo de Nanotecnologia e Novos Materiais

– A Portaria MCTI nº 3.717/2020, publicada no Diário Oficial da União – DOU de segunda-feira (28), traz a relação nominal dos membros e seus respectivos suplentes para o Comitê Consultivo de Nanotecnologia e Novos Materiais (CCNANOMAT). Dentre outros, comporão o Comitê representantes do MCTI, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e de organizações da sociedade civil, entidades de classes ou similares.

ITI promete para outubro a regulamentação do certificado digital remoto

– O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) festejou a sanção da Lei 14.063/20, que traz mudanças importantes no uso do certificado digital no Brasil, e informou que com as novas regras a regulamentação da emissão das assinaturas digitais de forma remota será regulamentada rapidamente. Para o ITI, destaque deve ser dado à nova redação do artigo 7º da Medida Provisória nº 2.200-2, de 2001, que amplia a emissão para além da forma presencial “por outra forma que garanta nível de segurança equivalente, observadas as normas técnicas da ICP-Brasil”. Para o presidente-executivo da Associação das Autoridades de Registro do Brasil (AARB) Edmar Araújo, a sanção da Lei 14.063/2020 respeita os diferentes tipos de transação possíveis na rede mundial de computadores, reservando a maior parte das operações digitais para assinaturas eletrônicas simples e avançadas.

BNDES lança nova linha para financiamento de serviços tecnológicos

– O diretor de Participações, Mercado de Capitais e Crédito Indireto do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Bruno Laskowsky, lançou na terça-feira (29) a nova linha BNDES Crédito e Serviços 4.0, que vai financiar serviços tecnológicos avançados e os chamados intangíveis, em especial voltados para a pequena e média empresa. A nova linha visa a modernização das empresas, estimulando a transformação digital e adoção de tecnologias 4.0. O financiamento é destinado a empresas, produtores rurais e ao setor público, e operacionalizado por meio de crédito indireto automático. O gerente de Clientes do BNDES, Gabriel Aidar, explicou que o objetivo é preparar as empresas para a implantação da manufatura avançada e viabilizar a implantação de soluções de cidades inteligentes.

Projeto determina que dados pessoais de brasileiros sejam armazenados no território 

– O Projeto de Lei 4723/20 determina que os dados pessoais dos brasileiros sejam armazenados e mantidos fisicamente em repositório situado em território nacional. O texto em análise na Câmara dos Deputados acrescenta a medida à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrou em vigor em 18 de setembro.

Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovações 

– Foi publicada, nessa terça-feira (29), o Decreto nº 10.497, de 28 de setembro de 2020, que institui o Mês de conscientização a ser comemorado no mês de outubro de cada ano, tendo como finalidades: I – mobilizar a população, em especial as crianças e os jovens, em torno de temas e atividades relacionados com ciência, tecnologia e inovações, com o intuito de valorizar a criatividade, o desenvolvimento científico e a inovação; e II – apresentar a produção de conhecimento e de riqueza, relacionada com a melhoria da qualidade de vida da população, de modo a permitir o debate dos resultados, da relevância e dos impactos das pesquisas científico-tecnológicas, especialmente as realizadas no País, e de suas aplicações.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Já conferiu em nosso canal do youtube os conteúdos dos eventos passados:

  • Future Cyber – Forum LGPD – Ferramentas de Monitoramento e Gestão – 2° Edição
  • 3° Webnair Mackezie e assespro-SP: Cultura Data Driven, você utiliza em seu negócio para potencializar os resultados?
    ACESSE AQUI

ASSOCIADOS  ASSESPRO-SP receberam em seus e-mails informativos completo com principais noticias da semana. Destaques em Brasília. Quer receber mais informações? Faça parte do ecossistema da assespro-SP!

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

HUB ITI assespro-SP tem destaque na mídia! Inscreva-se para ser 1 dos 14 residentes.

Desde seu lançamento o HUB ITI assespro-SP tem tido destaque em vários canais da mídia. O espaço é muito mais que um coworking… 

O Hub ITI assespro-SP é o resultado de parceria do  Instituto Tecnológico Inovação (ITI) e a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – Regional de São Paulo (assespro-SP).

O mercado de startups no Brasil vem se tornando cada vez mais pujante. Entre 2015 e 2019, o número de empresas de inovação tecnológica no país quase triplicou, saindo de cerca 4500 startups para 12 727 empresas. Ainda que seja um crescimento significativo, o número total deixa claro que o mercado brasileiro tem potencial para desenvolver e diversificar sua atuação na tecnologia.

E no cenário nacional, São Paulo se destaca como centro de desenvolvimento dessas empresas. Isto atrai empreendedores de todo o país para a cidade, o que já diversifica e enriquece, naturalmente, a convivência entre as startups.

O HUB ITI assespro-SP oferecerá às startups residentes uma mentoria, com profissionais com experiência na criação e lançamento de negócios do setor de TIC, onde compartilharão suas opiniões, insights e reflexões com os empreendedores, visando identificar atalhos nos processos de marketing, vendas, finanças e, principalmente, parcerias estratégicas.

 

      “A proposta é construir um ecossistema forte entre os associados da assespro-SP, residentes do HUB e os ecossistemas do setor de tecnologia de todo o estado, com o mercado nacional e internacional. Seguindo nosso lema: “Vamos construir juntos!”, é exatamente disso que o espaço se trata: um local de colaboração e construção aberto ao empreendedor que busca um caminho para o desenvolvimento em seu ramo de atuação”, explica Marcelo Pascios, presidente da assespro-SP.

 

Neste novo momento, por consequência das orientações ao combate a pandemia, o hub terá um grupo inicial de 14 participantes – no plano ” RESIDENTE “. Com custo a partir de R$ 800,00 / mês, estando incluso no programa:

  •  Endereço comercial;
  •  01 estação de trabalho / coworking.
  •  Acesso ao HUB – SEG a SEX – 08h / 19h;
  •  Grupo exclusivo dos residentes do HUB;​
  •  4h/mês de sala de reunião (não acumulativa e conforme disponibilidade);
  •  Gestão de correspondência;
  •  Desconto na utilização extra da sala de reunião e treinamento, espaço para eventos e eventos no HUB*;
  •  Vídeo do Pitch e divulgação no site da assespro-SP/HUB/residentes;​
  •  Mentoria com o consultor Norio Nakashima;*
  •  Diagnóstico comunicação ON e OFF realizado pela N19 Comunicação;
  •  Palestra “Preparando sua startup para captar investidores”;
  •  01 Atividade/atendimento mensal pelo escritório Assis e Mendes Advogados.*
  • Confira + benefícios, detalhes e outros planos,  em: www.assespro-sp.org.br/HUBITIassesproSP/

TEM INTERESSE EM PARTICIPAR DO HUB ITI assespro-SP?

Acesse aqui, e cadastre-se ( no botão “Tenho interesse em acessar o ecossistema”) para ser um RESIDENTE e/ou sinalize as outras oportunidades também. Seja PF ou PJ, de tecnologia ou não. Mais que tenha interesse em inovação, tecnologia, conexão e especialmente COLABORAÇÃO!

Vamos construir juntos!

Confira as matérias em “Saiu na mídia…”

 

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Presidente da ASSESPRO-SP participará da serie de webinar Movement One do Portal ERP

Em sua 2ª Temporada, e passado o impacto da nova normalidade, o proposto é compartilhar o aprendizado e como tem sido a gestão dos negócios com as novas diretrizes.

Convidados:

Marcelo Pascios – Presidente da Assespro-SP e do ITI – Instituto Tecnológico Inovação;

Gustavo de Oliveira Rohdes – CEO da Ilog;

Paulo Kendzerski – CEO do Instituto da Transformação Digital;

Moderador: Luciano Itamar – Publisher e Co-Founder do Grupo Portal ERP.

 

O tema será: EAD: A capacitação remota como forte instrumento de inserção e qualificação profissional

 

+ Informações e inscrições em: https://assespro-sp.org.br/eventos/ , na pasta de APOIADOS

Ou em https://us02web.zoom.us/webinar/register/WN_uodwM1AhSYOwTHJ9ekDrVg

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!  Solicite nosso contato AQUI

Liberada as inscrições para o 3º WEBINAR MACKENZIE E ASSESPRO-SP: “Cultura Data Driven: Você utiliza em seu negócio para potencializar os resultados?”

A Universidade Presbiteriana Mackenzie e a ASSSESPRO-SP se uniram para uma série de bate-papo online com o tema amplo de Organizações, Dados e Decisões. ONLINE e GRATUITO.

Neste terceiro encontro, o tema será “Cultura Data Driven: você utiliza em seu negócio para potencializar os resultados?” e teremos a participação do Sergio Gaiotto (Diretor de Data Analytics), Waldemar Lobo (Vice presidente da ASSESPRO-SP e sócio/diretor das empresas Wispot e Proadvanced) e o Prof. Fernando de Oliveira Santoro (Coordenador Geral da Pós-Graduação Mackenzie Rio).

Será no dia 29 de setembro às 15h30.

Inscreva-se! AQUI

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!  Solicite nosso contato AQUI

HUB ITI assespro-SP nasce como um ecossistema voltado a startups e empresas do setor de Tecnologia da Informação

Com custo acessível e localizado no coração de São Paulo, espaço é muito mais que um coworking. Grupo inicial terá 14 participantes residentes.

 

A assespro-SP (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – Regional de São Paulo) e o ITI – Instituto Tecnológico Inovação firmaram uma parceria para a criação de um novo hub de oportunidades, o Hub ITI assespro-SP.

O projeto tem como objetivo fomentar o ecossistema de inovação e de novos negócios entre as micro, pequenas e médias empresas e startups do setor de tecnologia do Brasil.

Idealizado pela assesspro-SP – associação que está há 43 anos fomentando inovação e conectando os ecossistemas do setor de TIC do estado de São Paulo –  em parceria com o ITI – entidade que tem a tecnologia em seu DNA –  o hub foi pensado para apoiar as startups, PME e ter um espaço físico para fomentar e conectar o setor de tecnologia do estado de São Paulo, trabalho já realizado pela entidade.

   “A proposta é construir um ecossistema forte entre os associados da assespro-SP, residentes do HUB e os ecossistemas do setor de tecnologia de todo o estado, com o mercado nacional e internacional. Seguindo nosso lema: “Vamos construir juntos!”, é exatamente disso que o espaço se trata: um local de colaboração e construção aberto ao empreendedor que busca um caminho para o desenvolvimento em seu ramo de atuação”, explica Marelo Pascios, presidente da assespro-SP.

Neste novo momento, onde toda sociedade foi conduzida a realizar uma transformação digital, e por consequência redesenhar suas estruturas, o hub terá um grupo inicial de 14 residentes. A entidade e o instituto esperam assim, conectar as empresas, startups, organizações públicas e privadas, empreendedores em busca de inovação e centros de conhecimento e pesquisa em tecnologia.

        “A assespro-SP oferecerá às startups residentes uma mentoria individualizada, na qual eu e profissionais com experiência na criação e lançamento de negócios do setor de TIC compartilham suas opiniões, insights e reflexões com os empreendedores, visando identificar atalhos nos processos de marketing, vendas, finanças e, principalmente, parcerias estratégicas. O networking amplo e qualificado da assespro-SP potencializa o fomento aos novos negócios. O sucesso da mentoria virá da compatibilidade pessoal combinada ao contraste fora da zona de conforto, cujo papel mais importante é inspirar os residentes a definir metas e perseguir seus objetivos empresariais”, comenta Norio Nakashima, diretor de startups e mentor dos residentes iniciais do HUB.

Na de Adriano Mendes, diretor Jurídico e responsável pelo Grupo Juridico/LGPD exclusivo aos associados da assespro-SP, a transformação digital trouxe uma série de possibilidades para o mercado de tecnologia, mas ainda há muitos “ifs” e maneiras do direito brasileiro ser interpretado.

   ” Ao analisar um MVP ou business plan, saber logo se pode ou não, ou melhor, como pode-se fazer algo que também pare de pé em termos jurídicos, salvará muito tempo e evitará problemas que podem facilmente serem resolvidos nos estágios iniciais de desenvolvimento. Por isso, a possibilidade trazida pelo ITI e ASSESPRO-SP de oferecer apoio jurídico especializado nas áreas de consultoria em direito digital, empresarial e proteção de dados é fundamental para que as startups e residentes consigam desenvolver seus produtos e tecnologias de forma madura e com visão de longo prazo”, afirma.

As “residentes” (startups e empresas do setor de TIC), terão acesso à Internet WI FI de alta velocidade; Copa compartilhada; Monitoramento / Segurança; Sala de reunião e Treinamentos*; Recepção e aquele bom e tradicional cafezinho. Mas o conceito vai além do tradicional de coworking. A partir de um investimento mensal de R$ 800,00*.

Sua localização estratégica, na Alameda Santos 880, no coração da cidade de São Paulo, a poucos metros e no mesmo quarteirão da Avenida Paulista, conta com coworking, espaço para pequenos eventos, sala de reunião e treinamentos, estúdio de gravação**.

Enfim, um ecossistema voltado a colaboração e conexão dos ecossistemas de tecnologia do estado de São Paulo, conectando com outros associados da própria Assespro e outros empresários nacionais e internacionais.

“Quanto falamos do cenário brasileiro, os comentários dos empreendedores ou de quem pretende empreender, é exatamente a falta de apoio e de suporte ao empresário no país. O Hub  irá fomentar a conexão do empreendedor com outros do seu meio, fornecendo um espaço confortável para que ele possa iniciar e/ou desempenhar a sua empresa, além de ter um grande apoio, com aconselhamentos, mentorias, palestras preparando-o na captação de investidores e todo apoio que essas duas instituições trazem com a força que têm no mercado de TIC.  Trazendo a startup/empresa para o nosso espaço, o empreendedor ganha a “musculatura” que precisa para divulgar a sua empresa ou startup, de uma forma estruturada”, enfatiza Waldemar Lobo, vice-presidente de articulação da assespro-SP.

Há várias possibilidades de contratação dos serviços oferecidos no espaço. Conheças as principais:

 

Residente Virtual

Com um plano a partir de R$ 100,00* mensais o empreendedor terá: Endereço comercial, 2h/mês de acesso ao hall do HUB, no horário comercial 9h às 18h, segunda a sexta, conforme disponibilidade; gestão de correspondência; desconto na utilização da sala de reunião, treinamento e espaço para eventos.

As startups e empresas que não tenham CNPJ no estado de São Paulo, podem ter acesso a orientações para abertura de filial. Para isso é preciso informar essa necessidade no cadastro inicial.

 

Residente

Com este plano mais amplo, a partir de R$ 800,00*, os empreendedores terão acesso a endereço comercial; 01 estação de trabalho; Acesso ao HUB de segunda a sexta das 08h às 19h; grupo exclusivo dos residentes do HUB; 4h/mês de sala de reunião (não acumulativa e conforme disponibilidade); Gestão de correspondência; Desconto na utilização extra da sala de reunião e treinamento e espaço para eventos no HUB*.  Vídeo do Pitch e divulgação no site da assespro-SP/HUB/residentes; Mentoria com o consultor Norio Nakashima – 1h/mês (coletivo e/ou individualmente, conforme programação); Diagnóstico comunicação ON e OFF realizado pela N19 Comunicação; Palestra “Preparando sua startup para captar investidores”. Além de 01 Atividade / Atendimento por mês pelo escritório Assis e Mendes Advogados (Não incluso trabalhista, apenas empresarial, em regime virtual / online. Até 2h/mês).

*Necessário agendamento para utilização das salas de reuniões e outros espaços. Verificar as condições e período mínimo de contratação para cada plano.

Mas se o que o empreendedor precisa é de algo personalizado, o Hub também oferece essa opção. Os escritórios podem ser montados sob demanda. E o espaço disponibiliza a estrutura de sala de reunião e treinamentos, espaço para encontros de até 30 a 35 pessoas.

O hub permite ainda que empresas da sociedade em geral, de tecnologia ou não, tenham sua marca em destaque no espaço, realize ações com residentes e associados, além de realizar parcerias que agreguem valor ao ecossistema do HUB e associados assespro-SP.

 

Conecte-se com o HUB ITI assespro-SP!

Acesse o site www.assespro-sp.org.br/HUBITIassesproSP/

e cadastre-se manifestando interesse em ser um RESIDENTE NO HUB! 

 

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI