REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 14/05/2021

MCTI prorroga o prazo de envio do Formulário Eletrônico sobre a Política de Propriedade Intelectual das ICTs

 – A Secretaria de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (SEMPI/MCTI) prorrogou em caráter excepcional, nesta segunda-feira (10), o prazo de envio do Formulário Eletrônico sobre a Política de Propriedade Intelectual das Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICT) do Brasil, referente às informações do ano-base 2020, em que constam informações como: (i) política de propriedade intelectual e as criações desenvolvidas no âmbito da instituição; (ii) proteções requeridas e concedidas; e (iii) contratos de licenciamento ou de transferência de tecnologia celebrados. O novo prazo, portanto, ficou fixado para 31 de agosto de 2021. Oportunamente, as informações enviadas serão consolidadas e disponibilizadas no sítio eletrônico do MCTI.

AEB cria o Programa Constelação Catarina e o Consórcio Catarina 

– A Agência Espacial Brasileira do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (AEB/MCTI) criou, nesta segunda-feira (10), o Programa Constelação Catarina compreende um conjunto de iniciativas consorciais voltadas para o desenvolvimento de sistemas espaciais baseados no uso de nanossatélites, que se complementam por meio do compartilhamento colaborativo de infraestruturas espaciais, de conhecimento, de dados, de serviços e de aplicações espaciais. Por sua vez, a Constelação Catarina é um conjunto de sistemas espaciais que se baseia no uso de nanossatélites, e que atenderá, prioritariamente, aos setores agropecuário e de defesa civil nacionais, de maneira a contribuir para a agenda de desenvolvimento socioeconômico sustentável do País.

A manufatura e o fornecimento dos sistemas e das infraestruturas espaciais que integrarão a Constelação Catarina fomentarão a indústria espacial no Estado de Santa Catarina e poderão incluir cadeias industriais e de aplicação de outros estados da federação que venham a contribuir para a ampliação do escopo e do impacto do programa. O Consórcio Catarina é o conjunto de entidades, denominadas Partícipes, que coordenadamente atuam nas cooperações e nas atividades do Programa Constelação Catarina, de maneira a materializar a Constelação Catarina, do qual a Agência Espacial Brasileira é membro permanente, ao tempo em que a inclusão de Partícipe no Consórcio se dará por meio de celebração de Acordo de Adesão o órgão, entidade ou pessoa jurídica pública ou privada que assumirá, cumulativamente ou não, os papéis de Cliente, Patrocinador, Fornecedor, Consumidor e Gerente de Missão. O ato segue definindo os papéis, as formas de cooperação, entre outros.

MCTI designa membros à Câmara de Inovação no âmbito do PNI 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) divulgou, nesta terça-feira (11), a relação nominal dos membros a compor a Câmara de Inovação no âmbito da Política Nacional de Inovação (PNI), instituída pelo Decreto nº 10.534/2020. A Câmara de Inovação, órgão deliberativo, é destinada a estruturar e orientar a operacionalização dos instrumentos e dos processos necessários para a implementação da PNI, assim como, formular e coordenar a Estratégia Nacional de Inovação (ENI). Estão representados na Câmara de Inovação a Casa Civil da Presidência da República (CC/PR) e os Ministérios da Defesa (MD); das Relações Exteriores (MRE); da Economia (ME); da Agricultura, Pecuária e Abastecimentos (MAPA); da Educação (MEC); da Saúde (MS); de Minas e Energia (MME); das Comunicações (MCom); da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI); e do Desenvolvimento Regional (MDR). Fica revogada a Portaria MCTI nº 4.188/2020.

CNPq define as regras de Direito de Propriedade Intelectual aplicáveis às relações entre CNPq e instituições executoras de projetos

 – O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) definiu, por meio de Portaria publicada nesta quinta-feira (13), as regras do Direito de Propriedade Intelectual que se aplicam às relações entre o CNPq e as instituições executoras de projetos, bolsistas e pesquisadores beneficiados pelos instrumentos de fomento deste Conselho, bem como demais parceiros que abrigarem os beneficiários dos instrumentos de fomento. Entre outros, estabelece que compete ao bolsista, ao pesquisador e ao responsável por auxílios e bolsas outorgados pelo CNPq, zelar pela proteção da propriedade intelectual gerada a partir de projetos financiados pelo CNPq, e verificar, a qualquer tempo, se a execução do projeto produz ou poderá produzir resultado potencialmente objeto de Patente de Invenção ou similar. O CNPq não participará, em regra, da titularidade da propriedade intelectual gerada a partir dos projetos de pesquisa e bolsas financiados, cabendo às instituições executoras de projetos e demais parceiros, conforme suas normativas internas e em observância da legislação federal, definir a titularidade ou co-titularidade sobre criações intelectuais decorrentes de resultados de projetos de pesquisa e bolsas financiadas, integral ou parcialmente, pelo CNPq.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

Italo Nogueira em audiência Pública Comissão Senado Futuro

O presidente da Federação Assespro, Italo Nogueira, falou sobre a importância de se promover a aceleração das ações de governo digital e destacou que o Brasil olhar para experiência internacional sobre o tema, que aponta para o foco do estado no desenvolvimento das políticas e investimento em infraestrutura, deixando a execução dos serviços para a iniciativa privada – que pode contribuir ainda mais para o desenvolvimento de uma sociedade verdadeiramente conectada.

Para assistir toda a audiência você pode acessar https://youtu.be/t0bD8KM8ZGs?t=6181.

 

 

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 07/05/2021

MCTI designa representantes ao GT para aperfeiçoamento do regime especial de tributação para a REPES e RECAP 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) divulgou, nesta quarta-feira (5), a relação nominal dos representantes, indicados pelas Secretaria de Estruturas Financeiras e de Projetos (SEFIP), Secretaria de Empreendedorismo e Inovação (SEMPI) e Secretaria Executiva do MCTI, para compor Grupo de Trabalho (GT) para propor o aperfeiçoamento da aplicação da Lei 11.196/2005, que institui o Regime Especial de Tributação para a Plataforma de Exportação de Serviços de Tecnologia da Informação (Repes), o Regime Especial de Aquisição de Bens de Capital para Empresas Exportadoras (Recap) e o Programa de Inclusão Digital; e também dispõe sobre incentivos fiscais para a inovação tecnológica.

MCTI aprova o PDTIC do LNCC 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) aprovou, nesta sexta-feira (7), o Plano Diretor de Tecnologia e Comunicações para o ano de 2021 do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC). Acesse aqui o documento na íntegra.

Ministro do MCTI destaca importância da união global em Fórum das Nações Unidas 

– O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, afirmou que a pandemia reforçou a importância da cooperação entre os países para enfrentar os grandes desafios globais durante a 6ª edição do Fórum Multissetorial sobre Ciência, Tecnologia e Inovação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (STI Forum), na quarta-feira (5). Promovido pelo Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas (UNDESA), o fórum virtual teve como tema “Ciência, tecnologia e inovação para uma recuperação sustentável e resiliente da Covid-19 e caminhos eficazes de ação inclusiva para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”.

Marcos Pontes quer incentivar setor privado a investir em ciência 

– O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, quer incentivar o setor privado a investir em ciência e tecnologia. Embora a proposta venha em um momento de corte no orçamento na pasta, ela não foi criada agora e existe até uma secretaria para criar uma “cultura da formalização de projetos de forma que eles se tornassem atrativos para o investimento externo”. Pontes foi o entrevistado da segunda-feira (3) do programa Sem Censura da TV Brasil e falou também sobre pandemia, a vacina  contra covid-19 Versamuni com tecnologia nacional, como incentivar a participação do jovem na ciência, Base de Alcântara, corte no orçamento da pasta, entre outros temas. Pontes citou o exemplo da Coréia, onde 22% do investimento em ciência e tecnologia vem do investimento público e 78% do privado. “Para ter atração do investimento privado, você precisa ter projetos que são atrativos e bem estruturados, por isso nós colocamos toda uma rede de escritórios e projetos nos diversos institutos de pesquisa e criamos uma série de ferramentas, como debêntures incentivadas, , uma série de possibilidades de participação do público ou de empresas para financiamento de tecnologias”, disse o ministro.

MCTI seleciona seis Centros de Pesquisas Aplicadas em Inteligência Artificial 

– Em cerimônia virtual realizada na terça-feira (4), o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, fez o anúncio do resultado da chamada de propostas Fapesp – MCTI – CGI.BR para Centros de Pesquisas Aplicadas (CPA) em Inteligência Artificial (IA). Participaram do evento o secretário de Empreendedorismo e Inovação, Paulo Alvim, o diretor do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação Digital, José Gustavo Gontijo e a secretária de Articulação e Promoção da Ciência, Christiane Corrêa. O Comitê Gestor da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), recomendou, por unanimidade, a aprovação de seis propostas. São elas: A proposta liderada por André Carvalho da Universidade de São Paulo; Virgílio Almeida da Federal de Minas Gerais; João Romano da Unicamp; Antônio José da Silva Neto, do Senai Cimatec, na Bahia; Jeferson de Oliveira Gomes do Instituto Paulista, o IPT; e José Andrade Júnior da Universidade Federal do Ceará.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 30/04/2021

MCTI institui GT para propor ações de incentivo à inovação e tecnologia no âmbito da Lei do Bem

 – O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) instituiu, nesta terça-feira (27), Grupo de Trabalho para propor ações no âmbito do Capítulo III da Lei nº 11.196/2005 (Lei do Bem) – que dispõe sobre os incentivos à inovação tecnológica – integrando as iniciativas em curso, no âmbito do MCTI. Dentre outras, o GT terá as seguintes atribuições relacionadas à Lei do Bem: (a) avaliar a viabilidade de se incorporar o conceito de Nível de Maturidade Tecnológica (TRL) nos processos de análise dos projetos submetidos; (b) atuar cooperativamente na criação e na validação de indicadores e contribuir para a publicação de dados abertos; (c) avaliar e elaborar propostas para o aperfeiçoamento de dispositivos do Capítulo III, e articular com os órgãos responsáveis o cálculo do eventual impacto fiscal decorrente de tais propostas; (d) promover a atualização periódica do guia prático da Lei do Bem; e (e) elaborar, em parceria com entidades interessadas, mecanismos de divulgação e orientação para elaboração de P&D, cujo resultado seja um Produto, um Processo, ou um Serviço.

O GT será composto por representantes: (i) do Departamento de Estruturas de Viabilização Financeira de Projetos (DECFI/SEFIP); (ii) do Departamento de Empreendedorismo Inovador (DEEMI/SEMPI); e (iii) da Secretaria-Executiva do MCTI. Poderão ser convidados representantes de outros órgãos e entidades, públicos ou privados, com atuação em áreas correlatas às finalidades do GT para as reuniões que acontecerão ordinariamente a cada 30 dias. O relatório com as conclusões do GT será entregue ao Ministro em até 360 dias. Esta Portaria entrará em vigor 7 dias após a data de sua publicação.

LNCC estabelece regras para novos projetos de PD&I 

– O Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) publicou, nesta quinta-feira (29), a Portaria nº 128/2021 para dispor sobre as regras para novos projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovações no âmbito do órgão. O ato revoga o regramento anterior, mas mantém, por exemplo, a previsão que o valor total previsto para o projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação será destinado percentual de até 15% para fins de ressarcimento pelo uso da infraestrutura do LNCC. Além disso, nos projetos que envolvam risco tecnológico, para solução de problema técnico específico ou obtenção de produto ou processo inovador, o uso de bens e serviços do LNCC poderá ser contabilizado como contrapartida do Laboratório ao projeto, mediante previsão contratual de sua participação nos ganhos econômicos dele derivados. Por outro lado, entre outras medidas, o novo ato atualiza o valor hora de processamento da plataforma computacional, denominada NHP.

Sem dinheiro, MCTI deve cortar projetos 

– O ministro Marcos Pontes busca saídas para recompor os recursos de sua pasta. Na sexta-feira, ao sancionar a Lei Orçamentária Anual (LOA-2021), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou a redução de 31,7% no orçamento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), quando comparadas as propostas de 2020 e 2021. Nas tabelas apresentadas, o MCTI poderá contar com R$ 8,07 bilhões. Outros R$ 2,31 bilhões podem ser liberados durante o ano, mas estão condicionados à aprovação de crédito suplementar ou especial. “Vou reunir a equipe para avaliar o cenário e definir quais programas serão cortados. Vamos falar também com o setor produtivo, que tem projetos financiados pelo ministério”, disse Pontes no sábado (24), em live nas redes sociais.

Em painel da CILAC, ministro defende desenvolvimento da IA voltado ao bem-estar da população 

– O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, participou na segunda-feira (26) do Fórum Aberto de Ciências da América Latina e do Caribe (CILAC).  Durante o painel de alto nível “Ética e inteligência artificial: desafios e responsabilidades no mundo dos algoritmos”, Pontes destacou que o desenvolvimento da tecnologia deve, em primeiro lugar, gerar qualidade de vida para a população e vencer desigualdades sociais. “Não podemos ficar focados apenas no desenvolvimento na tecnologia, mas lembrar que o usuário, o ser humano, é a parte mais importante. Qualquer desenvolvimento deve atender ao bem-estar, a qualidade de vida das pessoas, levando em conta as diferenças sociais. O Brasil é um país muito grande, com diferenças entre as regiões, e seria injusto ter o desenvolvimento apenas nas cidades mais desenvolvidas e deixar outras cidades para trás”, afirmou.

Em parceria com Facens e Parque Tecnológico de Sorocaba, MCTI inaugura Centro de Referência em IoT e Tecnologias 4.0 

– O MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, em parceria com o Centro Universitário Facens, inaugura na sexta-feira (30), às 10h, o Centro de Referência IoT e Tecnologias 4.0 FACENS-MCTI, em Sorocaba (SP). O objetivo da iniciativa é criar um local para demonstração prática de soluções em IoT (Internet das Coisas, na sigla em inglês) em áreas definidas pelo ministério como prioritárias no Plano Nacional de Internet das Coisas, como Cidades 4.0, Saúde 4.0, Agro 4.0, Indústria 4.0, Turismo 4.0 e Educação 4.0. O projeto faz parte do Acordo de Cooperação Técnica que será assinado durante a inauguração do Centro entre o Parque Tecnológico de Sorocaba, a Facens e o MCTI. A ideia é que o centro ofereça programas para a promoção do ensino, formação, popularização e divulgação da ciência e tecnologia no país, promovendo o ensino inovador, empreendedorismo e desenvolvimento das demandas locais, com o engajamento da indústria, academia e governo. Para o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, é papel do MCTI direcionar o uso da Internet das Coisas para a qualidade de vida do país e preparar a população a lidar com as tecnologias do futuro.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

Associados Assespro tem Atendimento especial e condições exclusivas em SEGUROS. Confira!

No atual cenário, contratar o Seguro Cyber pode garantir além da proteção do risco, uma solução abrangente para o gerenciamento da exposição cibernética de sua startup / empresa.

O Seguro Cyber proporciona uma abordagem completa, desde a análise de risco e prevenção até a própria cobertura, assim como uma equipe especializada em resolver o sinistro, quando ocorre.

Além do Seguro Cyber ou Cyber Risk, conheça tambem:

  •  Seguro de Equipamentos
  • D&O
  • E&O Responsabilidade Civil
  • Seguro Patrimonial / Incêndio
  • Vida / Saúde
  • Auto
  • e outros…

Solicite atendimento diferenciado e especializado! SEJA VOCÊ ASSOCIADO OU NÃO! Preencha o formulário AQUI

Associados ASSESPRO  condições especiais e/ou descontos de até 40%*.
*De acordo com cada produto. Podendo ser desconto ou condição especial. Solicite sempre consultor exclusivo para os associados assespro.

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

 

 

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 23/04/2021

MCTI designa membros ao Comitê Gestor de Projetos Prioritários de Investimento e de Novos Investimentos 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) divulgou, nesta segunda-feira (19), a relação nominal dos representantes, titulares e suplentes, para compor o Comitê Gestor de Projetos Prioritários de Investimento e de Novos Investimentos na Área de Produção Econômica Intensiva em PD&I.

MCTI disciplina sobre a Política de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e Inovação para Qualidade de Vida 

– Pela Portaria nº 4.680/2021, publicada nesta quinta-feira (22), o MCTI instituiu sua a Política de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e Inovação para Qualidade de Vida, que consiste em estudos, pesquisa científica, aperfeiçoamento e desenvolvimento de tecnologias e inovações, que visem contribuir para melhoria das condições de vida e bem-estar dos indivíduos na sociedade, devendo atuar nos seguintes setores: (i) educação; (ii) mobilidade urbana; (iii) moradia; (iv) saneamento básico; (v) saúde; (vi) segurança alimentar e nutricional; (vii) segurança hídrica; (viii) tecnologia assistiva; e (ix) tecnologia social.

 A Política objetiva: (i) orientar e coordenar as estratégias, os planos, os programas, os projetos e as ações de pesquisa, o desenvolvimento científico e tecnológico, as inovações e o empreendedorismo, destinados à facilitação de processos e rotinas da sociedade; (ii) utilizar a ciência, tecnologia e inovação para contribuir na melhoria das condições de vida; e (iii) promover do desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação para contribuir com o aumento, entre outros, da base científica, capacidade tecnológica e produtividade do país; e do desenvolvimento e utilização de tecnologias nacionais. Esta Portaria entra em vigor em 3 de maio de 2021.

ABDI e BIOTIC firmam parceria na área de Segurança 

– A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Parque Tecnológico BIOTIC assinaram, na segunda-feira (19/04), Acordo de Cooperação Técnica (ACT) para promover a sensibilização e disseminação da cultura de segurança cibernética. As duas instituições vão atuar na divulgação das capacitações que serão oferecidas na Cyber Arena, um ambiente que tem o objetivo de oferecer a experimentação, avaliação de vulnerabilidades e o desenvolvimento de ideias e soluções para enfrentar problemas cibernéticos. De acordo com Larissa Querino, analista de Produtividade e Inovação da ABDI, responsável pelo projeto, a cooperação entre as instituições vai permitir ações conjuntas para o aumento da maturidade digital do setor produtivo de forma sustentável, por meio de qualificação e de treinamentos e com a troca de experiências e informações.

Contratação de provedores para programa Norte Conectado vai até 30 de abril 

– Está aberta até o dia 30 de abril a chamada da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) para a contratação de provedores de telecomunicações que irão auxiliar na implantação de redes metropolitanas do programa Norte Conectado, do Ministério das Comunicações, e que também inclui o Programa Amazônica Integrada e Sustentável (PAIS), uma das obrigações previstas no leilão do 5G. A seleção vai contratar empresas para a construção, o compartilhamento e a manutenção de redes metropolitanas nos municípios que serão atendidos pelos cabos subfluviais na chamada Infovia 00, que passa por Macapá, Almeirim (PA), Monte Alegre (PA), Alenquer (PA) e Santarém (PA).

MCTI institui Comissão de Acompanhamento, Fiscalização e Avaliação do Projeto Brasil 6G 

– A Secretaria de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (SEMPI/MCTI) instituiu, nesta sexta-feira (23), a Comissão de Acompanhamento, Fiscalização e Avaliação, para o acompanhamento, fiscalização e avaliação das ações e atividades do Projeto Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Sistemas de Comunicações Móveis de 6ª Geração (Projeto Brasil 6G), de modo a assegurar a regularidade dos atos praticados e a plena execução do seu objeto, conforme supramencionado no Acordo de Cooperação Técnica. Foi divulgada também a relação nominal dos membros a compor a Comissão. A saber:

Pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI):

      i) Rubens Caetano de Souza (Coordenador); e

      ii) Hamilton José Mendes da Silva (suplente).

Pela Associação Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP):

      i) Iara Machado;

      ii) Lisandro Zambenedetti Granville; e

      iii) Paula Oliveira Silva Francischetti.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

Roberto Mayer participou da reunião preparatória para o Fórum Empresarial do MERCOSUL

Na última terça-feira, 20 de abril, Conselheiro de Normas Éticas da assespro-SP e Diretor Adjunto de Estratégia Institucional da Federação Assespro, Roberto Mayer, participou da reunião preparatória para o Fórum Empresarial do MERCOSUL, que acontecerá de forma on-line, no próximo mês de maio, sob a chancelaria da Argentina. Em breve será divulgada a programação e forma de participação.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

Curso de formação DPO

As empresas e instituições em todo o Brasil precisam se adequar a LGPD e o mercado de trabalho está aquecido para profissionais certificados para ocupar o cargo de DPO (Data Protection Officer).

Capacite-se! Seja um especialista. Faça sua certificação 100% on-line. Acesse:
https://www.cers.com.br/curso/curso-dpo-lgpd.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

Italo Nogueira fala sobre apagão de mão de obra qualificada em TI

Na noite do último sábado o Jornal Nacional veiculou uma matéria sobre o mercado de trabalho no setor de TIC. Um grande mercado, de muitas oportunidades, mas no qual existe um desafio enorme pela frente: o apagão de mão de obra qualificada.

Presidente da Federação Assespro, Italo Nogueira, participa da matéria nos posicionando na luta pela qualificação e formação com o objetivo de que o Brasil não fique pelo caminho. Somos um país com mais de 15 milhões de desempregados e teremos, em breve, mais de 500.000 vagas abertas no setor de TIC que remunera três ou quatro vezes acima da média dos outros setores.

Estamos fazendo a nossa parte. Desenvolvendo ações e pressionando o poder público a promover a educação e qualificação de novos profissionais. Só assim teremos um ecossistema forte, inovador e competitivo globalmente.

Confira vídeo da participação na integra, acesse o link: Jornal Nacional: últimos vídeos | Jornal Nacional | G1 (globo.com)

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

Pesquisa associado Assespro

Na Federação Assespro estamos empenhados em compreender cada vez melhor o papel da nossa instituição e como contribuir ainda mais com as empresas e os ecossistemas de tecnologia e inovação no Brasil.

Por este motivo, queremos conhecer melhor a sua expectativa e as sugestões para este novo momento que estamos vivendo. Participe da pesquisa para que possamos desenvolver ações e atividades especialmente voltadas para a transformação do nosso mercado e dos nossos negócios.

Contamos com a sua participação!

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!