Italo Nogueira segue na presidência da Federação Assespro por mais 2 anos, gestão 2021/2022

Em Assembleia realizada na ultima quinta, 10 de dezembro, os presidentes das regionais da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação (Assespro) reconduziram por aclamação Italo Nogueira à presidência da Federação Assespro e aprovaram a nova diretoria. Com isto, segue à frente da instituição por mais dois anos (2021/2022).

Juntos somos mais continua sendo o lema que dá tônica da gestão que trabalha para reunir os empresários e as instituições do segmento na busca por maior força na atuação diante das esferas públicas no Brasil. Entre os grandes desafios para o biênio, segundo Italo Nogueira, estão a Reforma Tributária e a Solução do problema de capacitação e formação para o setor nacionalmente.

Conheça os integrantes da diretoria para o biênio 2021/2022:

Diretoria Nacional
🔹Presidente – Italo Nogueira (CMTech/PE)
🔹VP de Finanças e Sustentabilidade – Sandro Molés (Process Informática/PR)
🔹VP de Planejamento e Governança – Victor Kochella (WITI/SC)
🔹VP Jurídica – LetÍcia Batistela (LB Consultoria/RS)
🔹VP de Comunicação – Kássia Alcântara (Combogó Comunicação/PE)
🔹VP de Markerting e Eventos – Adriano Kryuy (Inovais/PR)
🔹VP de Relações Internacionais – Robert Janssen (OBr.global/RJ)
🔹VP de Articulação Política – Christian Tadeu (Tecnew Informática/DF)

Conselho de Normas Éticas – Efetivos – Alcides Pires (Midiavox/PE), Marcos Távora (MCJ/MG) e Roberto Mayer (MBI/SP); Suplentes – Márcio Miorelli (Advanced IT/RS), Rodrigo Gallego (QLA/PR) e Hugo Dittrich (Webmédica Tecnologia da Informação/SC).

Conselho Fiscal – Efetivos – Geovanne Telles (ATS Informatica/MG), Fábio Morais (Qualinfo/PE) e Alex Hermman (Somainfo/RS); Suplentes – Carlos Eduardo Pereira (Diarama Tecnologia/BA), Ibrahim Boufleur (Tecno IT/GO) e Aline Deparis (Privacy Tools/RS).

#JuntosSomosMais #Assespro #assespronacional

 

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

O INCODAY 2020 já está disponível no YouTube!

Cada palestra e pitch disponível como vídeos individuais!

Todas as atividades desenvolvidas durante o International Cooperation Day 2020 nos últimos dias 2 e 3 de dezembro, na sede da Federação das Indústrias da Paraíba, na cidade de Campina Grande (PB), organizado pela BraFIP – Associação Brasileira para a Promoção da Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Cooperação, já estão disponíveis no YouTube, consulte a playlist “Incoday 2020”

https://www.youtube.com/channel/UCON4tShQ-p_sd3I1XleYOuw

Se você não conseguiu assistir o evento inteiro, aproveite para assistir agora!

Fonte:
Vídeos gerados ao vivo durante o
International Cooperation Day 2020
02 de dezembro as 19:00 – Abertura Oficial
03 de dezembro – Dia inteiro (das 0830 as 1830)

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Review assespro-SP para o setor de TIC – 04/12/20

MCTI prorroga prazo de envio de FORMP&D relativo a 2019 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) publicou a Portaria MCTI nº 4.125/2020, nesta segunda-feira (30), que prorroga para 28 de fevereiro de 2021 o prazo para preenchimento e envio do FORMP&D referente às atividades de pesquisa tecnológica e desenvolvimento de inovação tecnológica, exclusivamente para informações referentes ao ano base 2019.

Ciência e Tecnologia no Dia a Dia destaca oportunidades para startups 

– A última edição do Bate Papo Ciência e Tecnologia no Dia a Dia abordou diversos temas de interesse de quem tem ou deseja abrir uma startup. Na conversa entre o ministro do MCTI, Marcos Pontes e o secretário de Empreendedorismo e Inovação, Paulo Alvim, foram debatidos temas como Marco Legal das Startups; Plano Nacional de Inovação; Estratégia de Inovação, Decreto das TICs, PADIS, Lei das TICs; Lei do Bem, etc.

MCTI lança versão atualizada do Guia Prático da Lei do Bem

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) lançou, na quarta-feira (2), a versão atualizada 2020 do Guia Prático da Lei do Bem. O objetivo é fazer com que mais empresas utilizem os benefícios previstos na lei, um dos principais instrumentos de fomento à ciência, tecnologia e inovação no país. Durante a cerimônia de lançamento da publicação, o ministro Marcos Pontes destacou que o Guia Prático da Lei do Bem é mais uma ação do MCTI para ampliar os investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação no Brasil. O secretário de Estruturas e Projetos do MCTI, Marcelo Meirelles, reforçou que apenas 1% das empresas utilizam os benefícios decorrentes da Lei do Bem, o que em 2018 correspondeu a investimentos da ordem de R$ 12 bilhões em PD&I.

Em painel virtual da Abese, ministro destaca importância da Lei de TICs e investimento em PD&I 

– O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, participou na terça-feira (1º) da abertura da 1ª Exposec virtual, promovida pela Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese). Durante dois dias, o evento reúne empresas do setor e trata do futuro da segurança eletrônica no país. O ministério também fez parte do painel “Inovação na segurança pública e IoT”. O principal tema debatido foram os avanços trazidos pela Lei de TICs, atualização da Lei de Informática, para os investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) pelas empresas nacionais, além dos avanços na criação de soluções em Internet das Coisas (IoT). Segundo o ministro Marcos Pontes, a lei, existente desde 1991, tem grande participação na estrutura de pesquisa e desenvolvimento existente no Brasil.

 MEC abre processo de atualização do Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia (CST) 

– A Portaria MEC nº 1.028/2020, publicada nesta quinta-feira (3), estabelece que, dentre outros, organizações representativas do setor produtivo poderá apresentar propostas de atualização do CNT, que visa assegurar que a oferta de cursos e a formação dos tecnólogos acompanhem a dinâmica do setor produtivo e as demandas da sociedade. Para tanto, poderão ser registradas propostas de inclusão, alteração e exclusão de cursos e de eixos tecnológicos, bem como de alteração nas demais informações presentes na edição atual do Catálogo. Por fim, a análise das propostas será realizada pela Setec/MEC, com a colaboração de especialistas dos respectivos eixos tecnológicos, representantes de profissionais que atuam na profissão, órgãos fiscalizadores do exercício profissional, representantes do setor produtivo, docentes e outros atores interessados na formação superior de tecnologia. Após a análise das propostas, a Setec/MEC disponibilizará a versão preliminar do Catálogo atualizado, para recebimento de novas sugestões de ajuste. A versão atualizada do Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia será divulgada no sítio eletrônico oficial do MEC. Esta Portaria entrará em vigor em 7 de dezembro de 2020.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Já conferiu os conteúdos em nosso canal do Youtube?

Inscreva-se em nosso canal e ative o sininho para receber notificações dos novos conteúdos ACESSAR CANAL DO YOUTUBE

ASSOCIADOS assespro-SP receberam em seus e-mails informativos completo com principais noticias da semana. Destaques em Brasília. Quer receber mais informações? Faça parte do ecossistema da assespro-SP.

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

 

Confira em nosso canal do Youtube o 3° Vídeo da serie Seguros

3° Vídeo da nossa série, onde vamos falar sobre os vários tipos de Seguros e seus benefícios.

Associados ASSESPRO DE TODAS AS REGIONAIS ... tem atendimento diferenciado, condições especiais e/ou descontos de até 40%.

Acesse nosso canal no Youtube AQUI

Se sua startup ou empresa JÁ É ASSOCIADA  A  ASSESPRO e deseja saber + sobre as condições especiais a sua empresa/startup, aos seus colaboradores e familiares, entre em contato conosco pelo email: querosabermais@assespro-sp.org.br

SE SUA STARTUP OU EMPRESA DO SETOR DE TECNOLOGIA ainda não é associada,  Solicite nosso contato AQUI

 

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL E ATIVE O SININHO PARA RECEBER NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS CONTEÚDOS!

Review assespro-SP para o setor de TIC – 27/11/20

O ministro Marcos Pontes se reuniu, durante a semana, com o presidente da República, Jair Bolsonaro, com o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Clésio Marcos de Nardin e com secretários da pasta. Pontes cumpriu, ainda, agenda de eventos, em que participou da VII Conferência Ministerial sobre a Sociedade da Informação da América Latina e Caribe e do Fórum Nacional – Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de C, T&I (CONSECTI)

MCTI institui Comitê de Governança Digital

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) publicou, nesta segunda-feira (23), a Portaria MCTI nº 4.075/2020 que, dentre outros, institui Comitê de caráter estratégico e deliberativo com a finalidade de decidir sobre os assuntos relativos à implementação das ações de governo digital e ao uso de recursos de TIC no âmbito do MCTI. Dispõe sobre a composição, competências, reuniões, grupos de trabalho e regimento interno do Comitê de Governança Digital (CGD).

Compete ao CGD, dentre outros: (i) promover a integração entre as estratégias organizacionais e as estratégias de TIC; (ii) monitorar e avaliar a gestão de TIC do MCTI; (iii) propor o alinhamento entre as ações de TIC, as estratégias de negócio do MCTI e a Estratégia de Governo Digital (EGD) do Governo Federal; (iv) avaliar e deliberar sobre o: (a) Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação (PETIC) do MCTI ou instrumento equivalente; (b) Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC) do MCTI ou instrumento equivalente; (c) Plano de Transformação Digital do MCTI; e (d) Plano de Dados Abertos (PDA) do MCTI; (v) definir prioridades na formulação e execução de planos, projetos e investimentos em TIC para o MCTI; (vi) sugerir, monitorar e propor alterações à proposta orçamentária específica para as ações de TIC; (vii) monitorar as ações do MCTI em relação à EGD; e (viii) deliberar, amparado nas recomendações do Comitê de Segurança da Informação do MCTI, sobre os assuntos relativos à Política Nacional de Segurança da Informação (PNSI). A medida passa a vigorar a partir de 1º de dezembro.

MCTI institui Comitê de Segurança da Informação

– A Portaria MCTI nº 4.112/2020, publicada nesta quinta-feira (26), institui Comitê com a finalidade de assessorar a Secretaria-Executiva do MCTI nas atividades relacionadas à segurança da informação. Dispõe sobre sua composição, competências e reuniões.

Compete ao CSI: (i) assessorar na implementação das ações de segurança da informação; (ii) constituir grupos de trabalho para tratar de temas e propor soluções específicas sobre segurança da informação; (iii) participar da elaboração da Política de Segurança da Informação e das normas internas de segurança da informação, em conformidade com a legislação existente sobre o tema, bem como de suas alterações, e submeter as propostas ao Comitê de Governança Digital para apreciação e pronunciamento; e (iv) deliberar sobre as normas internas relativas à segurança da informação. A medida passa a vigorar a partir de 4 de janeiro de 2021.

Startup Point: lançado portal que unifica iniciativas do governo de apoio às startups

– Foi lançado na quarta-feira (25), o portal Startup Point, ferramenta que busca facilitar a vida do empreendedor que se interessa por programas de apoio do governo federal. O lançamento ocorreu durante a 30ª Conferência Anprotec de Empreendedorismo e Ambientes de Inovação, e é uma iniciativa conjunta do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Ministério da Economia (ME). Os trabalhos foram coordenados pela Secretaria de Empreendedorismo e Inovação (Sempi/MCTI) e pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec/ME). No portal, estão relacionadas todas as iniciativas do poder executivo federal, bem como dos serviços sociais autônomos, de apoio às empresas startups. Antes da sua criação, não existia um portal único em que o empreendedor brasileiro pudesse ter conhecimento de todas as políticas públicas federais de apoio a startups. Agora, em qualquer lugar do Brasil com acesso à internet, o empreendedor pode tanto conhecer todas as iniciativas, quanto identificar, através de um filtro de maturidade, quais políticas são específicas para o estágio do seu empreendimento. São dezenas de iniciativas com uma variedade de públicos-alvo, buscando atender a diferentes atores do sistema de inovação, bem como a responder a necessidades de políticas públicas diversas.

ITI aprova versões revisadas de DOC-ICPs

– O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, subordinado à Casa Civil, publicou as seguintes Instruções Normativas: (i) nº 18/2020, que aprova a versão 3.0 do documento DOC-ICP-05.04 – Procedimentos para Gerenciamento da Chave Simétrica para Geração do IDN; (ii) nº 19/2020, que aprova a versão 2.0 do documento DOC-ICP-07.01 – Procedimentos para Obtenção da Hora UTC na ICP-Brasil; e (iii) nº 20/2020, que aprova a versão 3.0 do documento DOC-ICP-17.01 – Procedimentos Operacionais Mínimos para os Prestadores de Serviço de Confiança. As medidas passam a vigorar a partir de 1º de dezembro.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

 

Já conferiu os conteúdos em nosso canal do Youtube?

Inscreva-se em nosso canal e ative o sininho para receber notificações dos novos conteúdos ACESSAR CANAL DO YOUTUBE

ASSOCIADOS assespro-SP receberam em seus e-mails informativos completo com principais noticias da semana. Destaques em Brasília. Quer receber mais informações? Faça parte do ecossistema da assespro-SP.

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Review assespro-SP para o setor de TIC – 20/11/20

ITI aprova novas versões de DOCs-IPC

 – O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação publicou duas Instruções Normativas nesta quinta-feira (19). A Instrução Normativa ITI nº 15/2020 aprova a versão 5.0 do documento DOC-ICP-04.01 – Atribuição de OID na ICP-Brasil; já a Instrução Normativa ITI nº 16/2020 aprova a versão 2.0 do documento DOC-ICP-05.01 – Procedimentos para Identificação de Servidores de Serviço Exterior Brasileiro em Missão Permanente no Exterior. Ambas as medidas passam a vigorar a partir de 1º de dezembro.

Anatel pode criar grupo de cooperação em cibersegurança

– A área técnica da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) propôs ao Conselho Diretor que a agência crie e coordene um grupo de cooperação em segurança cibernética. Esse grupo será formado por representantes das quatro operadoras nacionais e dos provedores regionais (ISPs). Conforme explicou Nilo Pasquali, superintendente de planejamento e regulamentação da Anatel, o cenário de cibersegurança é complexo e demanda a existência de um organismo como este, onde as empresas poderão cooperar entre si, trocar alertas e experiências de combate a ameaças.

ITI participa da IV Reunião Ministerial da Red Gealc sobre Governo Digital abordando a Assinatura Digital internacional

– O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) participou na quarta-feira (18), da IV Reunião Ministerial sobre Governo Digital evento organizado pela Rede de Governo Eletrônico da América Latina e Caribe (Red Gealc) com o apoio da Organização dos Estados Americanos (OEA) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O diretor-presidente do ITI, Carlos Fortner, apresentou a autarquia, sua missão de massificar o certificado digital ICP-Brasil e os projetos de acordos de reconhecimento mútuo, em parceria com o MRE. O panorama abordou o avanço no reconhecimento da assinatura digital nos países latino-americanos, e o Validador de Documentos Digitais, criado pelo ITI em 2020, devido ao isolamento “para que o cidadão pudesse  assinar documentos, com total segurança e não repúdio, sem sair de casa”, pode rapidamente se transformar num serviço digital transfronteiriço. “O Brasil já tem uma solução pronta, comprovada e amplamente em uso, e que pode rapidamente ser implementada para o restante da América Latina”, afirma o presidente.

MCTI institui projeto para instalação de infraestrutura de apoio à pesquisa científica na Amazônia – O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) publicou a Portaria MCTI nº 4.046 em que institui projeto denominado Sistema Amazônico de Laboratórios Satélites MCTI (SALAS MCTI), com a finalidade de instalação de infraestruturas de apoio à pesquisa científica no território amazônico, com vistas a: (i) ampliar as oportunidades para a pesquisa científica e formação de recursos humanos na Amazônia Legal; (ii) apoiar as atividades de pesquisa em diferentes áreas do conhecimento, servindo como ponto de apoio para os pesquisadores; (iii) mobilizar as unidades de pesquisas do MCTI na Amazônia Legal; e (iv) articular parcerias nacionais com foco na Amazônia Legal. A medida passa a vigorar a partir de 1º de dezembro.

Nova composição do Conselho Diretor do FNDCT – O MCTI publicou Portaria que traz a nova composição do Conselho Diretor do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). São eles: (i) pelo Ministério da Economia: Igor Manhães Nazareth (titular); Luciano Cunha de Sousa (suplente); (ii) pelo Ministério da Defesa: Contra-Almirante Sérgio Lucas da Silva (suplente); (iii) como representante da comunidade científica e tecnológica: Helena Bonciani Nader (suplente, pela ABC); e (iv) como representantes do setor empresarial: Franklin Madruga Luzes Junior (titular, pela CNI; Rodrigo Fernandes Afonso (suplente, pela CNI); e Jorge Luis Nicolas Audy (titular, pela CNI).

Conselho Gestor FUNTTEL aprova Plano de Aplicação de Recursos para 2020-2022 – Resolução do Conselho Gestor FUNTTEL aprovou, nesta terça-feira (17), o Plano de Aplicação de Recursos (PAR) de 2020-2022 da Fundação CPqD, no valor total de R$ 50 milhões. Dispõe sobre os valores na alocação anual de recursos para os diferentes projetos no âmbito do CPqD, dentre os quais: Plataforma IoT, IoT-Blockchain Fase 2 e Plataforma 5GBR.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

 

Já conferiu os conteúdos em nosso canal do Youtube?

Inscreva-se em nosso canal e ative o sininho para receber notificações dos novos conteúdos ACESSAR CANAL DO YOUTUBE

ASSOCIADOS assespro-SP receberam em seus e-mails informativos completo com principais noticias da semana. Destaques em Brasília. Quer receber mais informações? Faça parte do ecossistema da assespro-SP.

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Dia da Consciência Negra: Assespro-SP apoia a diversidade e inclusão no setor de tecnologia da informação e comunicação

 

A Assespro-SP (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, regional São Paulo),  promove a diversidade nas startups e empresas do setor de TIC.

 

Buscamos apoiar e unir  forças com grupos de empreendedores, entidades, startups e empresas com estes propósitos.

 

“Levando em consideração que a missão da entidade é promover o desenvolvimento da sociedade com aplicação de inovação e tecnologia, Assespro-SP entende que o setor de tecnologia é crucial para promover uma sociedade mais inclusiva e que represente a diversidade da população brasileira”, comenta Marcelo Pascios (/in/marcelopascios/), presidente da Assespro-SP.

 

“MEI, PME, startups e grandes empresas de tecnologia, estão convidadas a marcamos um bate papo e conhecerem as iniciativas, ações e oportunidades de provocar reais mudanças, participando da entidade. Construindo um setor de Tecnologia e uma sociedade mais forte, diversa e inclusiva”, afirma João Neto (/in/joaofelintopintoneto/), executivo da Assespro-SP.

 

Para saber mais informações, acesse: https://assespro-sp.org.br/

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Esta no AR o 2° vídeo da série SEGUROS! Confira no nosso canal do Youtube

Série onde vamos falar sobre os vários tipos de Seguros e seus benefícios. Associados assespro tem condições especiais e/ou descontos de até 40%.

Conheça a ASSESPRO-SP: http://www.assespro-sp.org.br/ Se sua startup ou empresa já é associada a ASSESPRO e deseja saber + sobre as condições especiais aos colaboradores e seus familiares, entre em contato conosco pelo email: querosabermais@assespro-sp.org.br

Seguro de Equipamentos, Seguro Cyber ou Cyber Risk, D&O, E&O, Responsabilidade Civil, Seguro Patrimonial / Incêndio, Vida, Saúde, Auto
e outros…

Lembramos que TODOS, colaboradores e familiares das startups e empresas associadas ou não, podem solicitar o atendimento diferenciado de um consultor, onde individualmente será identificado a demanda e o mesmo irá apresentar-lhe e/ou indicar-lhe os produtos que melhor atendam a demanda.

O solicitante sendo de uma startup / empresa associada a ASSESPRO-SP terá alem do SUPER ATENDIMENTO, condições especiais e/ou descontos de até 40% nos seguros*.

*De acordo com cada fornecedor e/ou produto.

 Acesse agora nosso CANAL DO YOUTUBE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL E ATIVE O SININHO PARA RECEBER NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS CONTEÚDOS!

Ou se preferir, solicite o contato do CONSULTOR ESPECIALIZADO ==>  AQUI


Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Review assespro-SP para o setor de TIC – 13/11/20

CNEN estabelece o Sistema de Gestão da Inovação

– A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), publicou, nesta quarta-feira (11), Instrução Normativa que dispõe sobre a composição e competências do SGI, bem como sobre (a) os critérios para a definição e gestão dos direitos e obrigações relacionados à propriedade intelectual; (b) transferência de tecnologia e licenciamento; (c) extensões tecnológicas; (d) prestação de serviços técnicos especializados; (e) parcerias com instituições públicas ou privadas; e (f) o orçamento da CNEN e recursos obtidos com a inovação.

Estabelece, como competências do Comitê de Inovação (CI), parte integrante do SGI da CNEN: (i) planejar anualmente as ações institucionais de capacitação de recursos humanos em empreendedorismo, gestão da inovação, transferência de tecnologia e propriedade intelectual; (ii) propor o montante de recursos orçamentários para o alcance das metas e atividades dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) e para a concessão de bolsas de estímulo à inovação no ambiente produtivo; (iii) apoiar os NIT em questões operacionais, técnicas e estratégicas, propondo soluções para as dificuldades encontradas, assim como os estudos e as estratégias relacionados à propriedade intelectual, prospecção tecnológica, inteligência competitiva, transferência de tecnologia, inovação e capacitação; e (iv) compartilhar práticas e aprendizado em gestão da propriedade intelectual, transferência de tecnologia, inovação e capacitação.

MCTI estabelece prazo de envio de formulário sobre Política de Propriedade Intelectual das ICTs

– A Portaria SEMPI/MCTI nº 4.033/2020, publicada nesta quinta-feira (12), estabelece que o preenchimento e envio do Formulário Eletrônico (Formict) sobre a Política de Propriedade Intelectual das Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICT) do Brasil, referente às informações do ano-base 2019, deverá ser feito até 31 de janeiro de 2021.

Instruções Normativas do ITI aprovam revisões de DOC-ICPs

– Publicadas pela Instituto Nacional de Tecnologia da Informação da Casa Civil, nesta sexta-feira (13), as Instruções Normativas ITI nº 13/2020 e nº 14/2020, que aprovam, respectivamente: (i) a versão 2.0 do documento DOC-ICP-03.02 – Requisitos Mínimos de Segurança PSBio na ICP-Brasil; e (ii) a versão 2.0 do documento DOC-ICP-12.01 – Perfil do alvará do carimbo do tempo da ICP-Brasil.

Governo lança alerta urgente de prevenção contra ataques ao Windows Server e ao VMware

– O CTIR Gov, Centro de Tratamento e Resposta a Incidentes Cibernéticos de Governo, que faz parte do Departamento de Segurança de Informação (DSI) no Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, emitiu alertas sobre a campanha de ransomware que atinge órgãos do governo de todos os níveis, e que congelou as redes do Superior Tribunal de Justiça e da Secretaria da Fazenda do Distrito Federal. O alerta foi publicado no sábado dia 07 e renovado na noite de segunda-feira, 09/11. As atualizações do órgão do governo, responsável pelo controle de ataques cibernéticos na Administração Federal, chamam a atenção para itens críticos, como atualizações e acréscimo de proteções nos mais diversos sistemas de segurança nos ambientes de internet, intranet, monitoração, servidores e backup.

MCOM estabelece as diretrizes para atuação no apoio a políticas de conectividade em banda larga

– Foi publicada nesta quarta-feira (11), no âmbito do Ministério das Comunicações, Portaria que, dentre outros, determina que o MCOM atuará para promover o acesso aos serviços de conectividade em banda larga para: (i) escolas, universidades e demais instituições de ensino indicadas pelo ME; (ii) rotas de integração nacional e arranjos produtivos objeto de políticas públicas pelo MDR; (iii) sistemas e corredores prioritários de logística indicados pelo MINFRA; (iv) hospitais, unidades de saúde familiar e demais estabelecimentos de saúde indicados pelo MS; (v) rotas e pontos turísticos indicados pelo MTur; e (vi) assentamentos e outras áreas agrícolas produtivas indicados pelo MAPA.



Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

 

Já conferiu os conteúdos em nosso canal do Youtube?

Inscreva-se em nosso canal e ative o sininho para receber notificações dos novos conteúdos ACESSAR CANAL DO YOUTUBE

ASSOCIADOS assespro-SP receberam em seus e-mails informativos completo com principais noticias da semana. Destaques em Brasília. Quer receber mais informações? Faça parte do ecossistema da assespro-SP.

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI

Assespro em parceria com a Bossa Nova Investimentos, lançam o Assespro Investe, com investimento de até R$ 5 milhões

Assespro e Bossa Nova Investimentos vão investir até R$ 5 milhões em 10 startups.

Uma junção de expertises para transformar investimento em lucros. Essa é a ideia da parceria entre a mais representativa entidade das empresas de Tecnologia do País, a Federação Assespro, e a Bossa Nova Investimentos, micro Venture Capital que investe em startups com atuação em todo território nacional. Eles acabam de criar um comitê para selecionar startups para receber aportes financeiros, mentoria e apresentação ao mercado global.

“Com essa parceria conseguimos juntar o melhor de cada um de nós. Por atuarmos diretamente na área de TI, com mais de 3.500 empresas associadas, percebemos os negócios que tendem a dar certo, conhecemos todas as dificuldades enfrentadas no começo e as fases de crescimento das startups”, explica Italo Nogueira, presidente da Federação Assespro, entidade associativa com sede em Brasília e que acaba de completar 44 anos de atividades.

A princípio serão investidos R$ 5 milhões em, pelo menos, 10 novas empresas de base tecnológica. A união entre Assespro e Bossa Nova vêm sendo negociada desde o ano passado.

“A Bossa Nova tem expertise em investimento e a Assespro em ajudar empresas de tecnologia. Juntar essas experiências é meio caminho andado para garantia de bons negócios e de muito sucesso para as startups”, diz  João Kepler, diretor da Bossa Nova, que foi criada em 2015  e tem em seu portfólio mais do que 500 startups.

Outro fator bastante positivo para o sucesso dos investimentos será a capilaridade que a Assespro acumulou em anos de atividades, segundo Yves Nogueira, Diretor de Capital Empreendedor da Federação e um dos membros do Comitê de Investimentos do Assespro Investe. “Estamos presentes em todas as regiões do País e isso nos ajuda a identificar oportunidades de novas e promissoras empresas em vários estados”, comenta o executivo.

Além de Yves e Italo, também estão no board, Adriano Kryuzuy, que é presidente da Assespro Paraná e Robert Jansen, Diretor de relações internacionais da Federação Assespro e o diretor da Bossa Nova, João Kepler.

Entre os itens que constam na tese do comitê estão o foco nas startups B2B/ B2B2C, inovadoras, digitais e escaláveis. Elas também devem ter mais de um ano de atuação e com produtos e serviços já validados. Já o cheque para investimento em cada startup começa a partir de R$ 100 mil.

As startups interessadas devem ser inscrever pelo site da Bossa Nova Investimentos em https://www.bossainvest.com/assespro/.

Sobre a Bossa Nova

Bossa Nova nasceu em 2015 com a junção dos portfólios de startups investidas dos investidores-anjos João Kepler e Pierre Schurmann. Pensada para preencher uma lacuna entre os aportes iniciais que as startups recebem e as rodadas de investimento que realizam quando a operação já está consolidada, a Bossa Nova busca empresas que já receberam alguma injeção de capital, mas que ainda não tenham sido alvos de novos investimentos.

Sobre a Federação Assespro

Fundada em 1976, a Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – Federação Assespro, é a mais antiga entidade do setor no Brasil e uma das mais antigas no mundo. Ao longo dos seus mais de 40 anos, a entidade vem defendendo os interesses das empresas nacionais de tecnologia e inovação.

A importância da Federação Assespro é reconhecida em todos os níveis do governo, sendo membro ativo de diversos conselhos e comitês, como o Comitê da Área de Tecnologia da Informação e o Comitê Gestor da Internet do Ministério de Ciência e Tecnologia.

Hoje, a Federação Assespro comporta mais de 3.500 empresas de software e serviços de tecnologia a ela ligada por intermédio de 13 regionais, cada uma com diretoria própria, eleita democraticamente.

O universo de associados é composto de empresas privadas nacionais possuindo os maiores acervos da experiência profissional brasileira na área da tecnologia e inovação fora da tutela do Estado e das grandes corporações privadas, atendendo a um universo de clientes de médio e grande porte, como a um incontável número de micro e pequenas empresas em todo os recantos do Brasil.

 

Sua startup ou empresa do setor de TIC, tem matriz ou filial no estado de São Paulo e ainda não é associada ao ecossistema da assespro-SP? ASSOCIE-SE!

Solicite nosso contato AQUI