REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 09/04/2021

MCTI institui a Estratégia Brasileira de Inteligência Artificial

 – Nesta sexta-feira (9) foi instituída, no âmbito do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), a Estratégia Brasileira de Inteligência Artificial que, dentre outros, possui as finalidades de: (i) nortear as ações do Estado brasileiro em prol do fortalecimento da pesquisa, desenvolvimento e inovações de soluções em Inteligência Artificial, bem como, seu uso consciente, ético para um futuro melhor; e (ii) garantir a inovação no ambiente produtivo e social na área de Inteligência Artificial, capaz de enfrentar os desafios associados ao desenvolvimento do País, nos termos do disposto na Lei de Inovação Tecnológica. A Estratégia será publicada no Portal do MCTI.

MCTI institui a Comissão para gestão de Projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação  

– O A Secretaria de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (SEMPI/MCTI) instituiu, nesta terça-feira (6), a Comissão de Acompanhamento, Fiscalização e Avaliação para gestão do Projeto Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação com foco na capacitação de recursos humanos para empreender e/ou atuar no desenvolvimento em TIC’s. O projeto em questão é o resultado de Acordo de Cooperação Técnica entre MCTI e Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex). O ato, cria a supracitada Comissão para proceder ao acompanhamento, fiscalização e avaliação das ações e atividades do Projeto, de modo a assegurar a regularidade dos atos praticados e a plena execução do seu objeto, ao tempo em que designa 2 servidores do MCTI e 2 representantes da Associação para a compor.

IBGE e ABDI anunciam acordo para pesquisa sobre investimentos em ciência, tecnologia e inovação 

– O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou na quinta-feira (08) que fechou acordo com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) para o lançamento da Pesquisa de Inovação Semestral (Pintec Semestral), com informações sobre investimentos em ciência, tecnologia e inovação no país. O acordo prevê 50 meses de trabalho (pouco mais de quatro anos) e sete levantamentos semestrais no período, com foco em empresas com mais de 100 empregados. A previsão é que sejam feitos dois testes-piloto no segundo semestre deste ano e a primeira divulgação seja feita em 2022. A ABDI vai financiar a pesquisa e fazer o acompanhamento técnico dos trabalhos, além de participar do desenvolvimento do plano de pesquisa e da determinação das metodologias aplicadas.

Marcos Pontes aborda incorporação de recursos do FNDCT em debate na Câmara dos Deputados 

– O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Marcos Pontes, disse na quarta-feira (7) em debate promovido pela Câmara dos Deputados que a saída para ampliar a dotação orçamentária da sua pasta passa pela incorporação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) às verbas destinadas ao ministério. O fundo é o principal instrumento de financiamento a pesquisas científicas no País. No ano passado, deputados e senadores aprovaram uma lei proibindo o governo de bloquear os recursos do FNDCT para cumprir meta fiscal, mas um veto do presidente Jair Bolsonaro inviabilizou a intenção do Congresso. O veto foi derrubado em março, mas agora, explicou Pontes, os recursos do fundo precisam retornar ao ministério. Segundo ele, isso depende de um projeto de crédito (PLN) ou de medida provisória, ambos de iniciativa exclusiva do governo federal. Ele espera garantir com o Ministério da Economia, de imediato, pelo menos R$ 1 bilhão.

Ministro Marcos Pontes apresenta Plano de Ação do MCTI para o ano de 2021 na Câmara dos Deputados 

– O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, foi convidado para apresentar na quarta-feira (7), às 9h30, o Plano de Ação do MCTI para o ano de 2021 na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados. O convite foi uma iniciativa do presidente da Comissão, deputado federal Aliel Machado (PSB/PR) e acontecerá por videoconferência. A reunião tem como objetivo destacar as ações da pasta e apresentar aos parlamentares a atuação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações no desenvolvimento de iniciativas que contemplem o avanço do país no setor de CT&I. O Programa Espacial Brasileiro e os demais projetos estratégicos do Ministério também serão abordados pelo ministro Marcos Pontes. O requerimento aprovado que permitiu o convite ao representante maior da pasta dispõe também sobre informações acerca do funcionamento das entidades de pesquisa, desenvolvimento e inovação no Brasil e informações sobre os investimentos em pesquisa e inovação.

MCTI e SEBRAE assinam Acordo de Cooperação Técnica para promoção da inovação no país

 – O MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, o Ministério da Economia e o Sebrae assinam na quarta-feira (7), às 17h30, um Acordo de Cooperação Técnica que prevê o aprimoramento do ambiente de negócios e fortalecimento dos empreendimentos no país. O objetivo é potencializar ações e projetos de tecnologia, democratizando o acesso das Micro e Pequenas Empresas (MPE) à inovação. O evento será transmitido no canal do MCTI no YouTube. A iniciativa prevê ações para os próximos três anos incluindo o desenvolvimento de ecossistemas de inovação por todo o país, aceleração de negócios inovadores e eventos de disseminação de inovação como a semana da transformação digital que acontecerá de 26 a 30 de abril e já conta com mais de 15 mil inscritos. O evento de assinatura do convênio vai contar com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, do presidente do Sebrae, Carlos Melles e do secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

MCTIC EM BATE PAPO CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO DIA A DIA

Italo Nogueira, Presidente da Federação Assespro participa do debate com o Ministro Marcos Pontes, Paulo Alvim, Ruben Delgado, além de vários representantes do setor de TIC e Inovação.

A pauta principal: Os grandes desafios do futuro para o setor, a capacitação, formação e oportunidades que não podemos mais perder no nosso país. Juntos somos mais!

Hoje 06/04, às 19h30, no Youtube do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Não deixe de participar e debater este que é um tema de grande importância.

Acesse através do link: BATE PAPO CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO DIA A DIA – 06/04/2021 – YouTube

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 01/04/2021

O ministro Marcos Pontes se reuniu, durante a semana, com o presidente da República, Jair Bolsonaro, com o superintendente do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Evaldo Cruz Neto, com o superintendente do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), Nelson Fraga, com a superintendente do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), Louise Caroline Campos Löw e com secretários da pasta. Pontes participou, ainda, da cerimônia de assinatura de Parceria MCTI/Embrapii com a IBM Brasil.

Instrução Interministerial dispõe sobre a habilitação ao regime de crédito financeiro para PD&I 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), juntamente com o Ministério da Economia (ME), assinam Instrução Interministerial publicada nesta terça-feira (30), que, entre outras medidas, determina que o pleito para habilitação ao benefício de crédito financeiro relativo a pesquisa, desenvolvimento e inovação, previsto na Lei de Informática, será formulado em sistema eletrônico do MCTI pela pessoa jurídica interessada, devendo comprovar o cumprimento do processo produtivo básico e o investimento em atividades de PD&I. É também obrigatório o registro, junto à Secretaria de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, os bens e serviços de tecnologias da informação e comunicação, alcançados pelo benefício. Cabe ao Secretário, uma vez comprovado o atendimento aos requisitos estabelecidos nesta Portaria, a habilitação para usufruir o benefício de crédito financeiro.

Ministro se reúne com Superintendências Regionais para alinhar ações em CT&I 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações promoveu, na segunda-feira (29), reuniões para discutir projetos em parceria com as Superintendências do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), do Centro Oeste (Sudeco) e da Amazônia (Sudam). Durante os encontros, representantes do MCTI e das superintendências apontaram os projetos prioritários em ciência, tecnologia e inovação de cada região. “A ideia é usar a ciência e a tecnologia para melhorar a qualidade de vida das pessoas e o lugar onde elas vivem. Vamos pensar em projeto conjuntos para somar forças e levar o desenvolvimento econômico e social para as regiões”, afirmou o ministro Marcos Pontes. De acordo com ele, a expectativa é que os investimentos nas três regiões sejam ampliados com os recursos que deverão ser liberados por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT).

Em reunião virtual, MCTI e Associação dos Municípios das Missões estabelecem parcerias para a região

 – O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, atendeu na terça-feira (30), em videoconferência, os representantes da Associação dos Municípios das Missões (AMM) com o objetivo de estabelecer parcerias em CT&I voltadas para a região, localizada no sul do país. O diretor-geral da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Gilberto Pacheco também participou da reunião. O ministro Marcos Pontes explicou aos participantes que tem buscado conversar com diversos setores para verificar as demandas, projetos e programas que possam resultar em parcerias nas cidades e municípios brasileiros. “A ideia é como a gente consegue, através da ciência, tecnologia e inovações, melhorar a qualidade de vida das pessoas onde elas moram? Nas cidades, nas comunidades – quais são as demandas, o que pode ser visto como problema que precisa de solução de ciência e tecnologia, por exemplo”, disse o ministro.

AEB aprova PDTIC 2020-2021 

– A Agência Espacial Brasileira (AEB), ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) aprovou, nesta quinta-feira (1º), seu Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC 2020-2021), contendo o portfólio de Tecnologia da Informação aprovado pelos membros do Comitê de Governança Digital da AEB. A integra está disponível aqui.

ABDI vai injetar R$ 3 milhões na Zona Franca de Manaus atenta à indústria 4.0 

– A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) lançou edital de R$ 3 milhões para promover acesso a tecnologias da indústria 4.0 a 20 empresas dos setores de plásticos, eletroeletrônicos e metal-mecânico. A iniciativa conta com o apoio da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) e do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM). “Nossa expectativa é que esse projeto-piloto com 20 empresas possa validar um modelo de negócio com uso de ferramentas da indústria 4.0 com o objetivo de difundir essas tecnologias para o Polo Industrial de Manaus”, afirma o presidente da ABDI, Igor Calvet. A primeira fase do programa Jornada Amazônia 4.0 é a seleção das 20 empresas do Polo Industrial de Manaus, de médio porte, nos segmentos mencionados. A segunda fase será a realização do Estudo de Prontidão Tecnológica e a Jornada Amazônia 4.0 com a elaboração de análise da maturidade tecnológica, capacitação dos colaboradores em tecnologias 4.0, testbed (plataforma virtual) na empresa, em alinhamento com os princípios da Indústria 4.0.

Parceria entre IBM e EMBRAPII/MCTI vai capacitar mais de 10 mil estudantes brasileiros 

– A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII/MCTI) Organização Social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) anunciou uma colaboração estratégica com a IBM Brasil para dar acesso aos cursos do IBM Skills Academy às Unidades EMBRAPII (centros de pesquisa) presentes em instituições educacionais. A iniciativa faz parte do programa “Trilha para o Futuro” da EMBRAPII/MCTI, cujo objetivo é preparar alunos e professores, do curso técnico à pós-graduação, em carreiras tecnológicas altamente demandadas pelo mercado de trabalho. A expectativa é que, nos próximos cinco anos, mais de 10 mil estudantes possam ser treinados em tecnologias como nuvem híbrida, inteligência artificial, cibersegurança, IoT e computação quântica. O anúncio da parceria foi feito, na quarta-feira (31), pelo ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes. A parceria também traz benefícios à Rede MCTI-EMBRAPII de Inovação em Inteligência Artificial e à Rede MCTI-EMBRAPII de Inovação em Transformação Digital, à medida que aprimora o conhecimento dos profissionais que compõem os ecossistemas em consonância com as demandas do mercado. Segundo relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o Brasil forma 46 mil pessoas com perfil tecnológico por ano, mas seriam necessárias 70 mil para atingir a necessidade do mercado. Logo, há um déficit de 24 mil formandos na área de Tecnologia da Informação (TI) a cada ano.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!