REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 17/09/2021

ANPD: regras para PMEs são prioridade e saem até dezembro. A Autoridade Nacional de Proteção de Dados calcula que as regras específicas para pequenas empresas e startups sejam publicadas até o final deste 2021, ou no mais tardar no início de 2022. A projeção foi indicada pelo presidente da ANPD, Waldemar Gonçalves, na abertura da audiência pública sobre o tema no dia 14 de setembro. “Já estamos na fase de audiência pública e creio que até o final do ano, início do próximo estaremos lançando esta norma. Foi a norma que recebeu o maior grau de prioridade. Nossa proposta está bastante baseada no porte dos agentes, no risco que o tratamento de dados pode causar aos titulares, o que é bastante importante”, disse Gonçalves. Fonte: Convergência Digital

Designado relator do projeto sobre financiamento de startups por fundos constitucionais. O deputado Fernando Monteiro (PP/PE) foi designado relator do PL 5306/2020 (financiamento de startups pelos fundos constitucionais) na Comissão de Finanças e Tributação (CFT). Após a apresentação do parecer do relator, a matéria estará em condições de ser pautada na reunião deliberativa da Comissão. Concluída a análise da CFT o projeto será ainda analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) e pelo Plenário da Câmara. Em 25 de agosto a Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) já havia aprovado o substitutivo que, dentre outros, incluiu apoio ao investimento em pesquisas e desenvolvimento para empresas inovadoras e suprimiu dispositivos que previam que as linhas de crédito específicas contemplariam a aquisição de bens de capital e as despesas com a folha de pagamento.

MCTI abrirá consulta pública sobre bens e serviços de Tecnologia Assistiva. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) autorizou a realização de Consulta Pública para o aperfeiçoamento dos mecanismos e subsídios da sociedade para atualização da lista de bens e serviços de Tecnologia Assistiva estabelecidos nos Anexos I e II da Portaria Interministerial nº 362/2012, alterada pela Portaria Interministerial nº 604/2013, que dispõe sobre o limite de renda mensal dos tomadores de recursos nas operações de crédito para aquisição de bens e serviços de Tecnologia Assistiva destinados às pessoas com deficiência e sobre o rol dos bens e serviços

Dentre as Categorias de Tecnologia Assistiva (TA) relacionadas na Portaria Interministerial nº 326/2013 encontram-se: (i) a Comunicação Aumentativa e/ou Alternativa (CAA); (ii) Recursos de Acessibilidade ao Computador; (iii) Auxílios para qualificação da habilidade visual e recursos que ampliam a informação a pessoal com baixa visão ou cegas; e (iv) Auxílios para ampliação da habilidade auditiva e para autonomia na comunicação de pessoal com déficit auditivo, surdez e surdo-cegueira.

ONU quer moratória sobre sistemas de inteligência artificial para proteger direitos dos humanos. A Organização das Nações Unidas (ONU) defende uma moratória urgente sobre a venda e utilização de certos sistemas de inteligência artificial (IA), como reconhecimento facial, até que “garantias adequadas” sejam implementadas para proteger os direitos humanos. A alta-comissária de Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet, argumentou que a AI pode ser benéfica, ajudando as sociedades a superar alguns dos grandes desafios de nossa época. Mas também “pode ter efeitos negativos, mesmo catastróficos, se não levam em conta suficientemente a maneira como afetam os direitos humanos”. Fonte: Valor Econômico.

Apresentado parecer sobre a Política Nacional de Cidades Inteligentes. A Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara dos Deputados recebeu o parecer pela aprovação, na forma do substitutivo apresentado pelo deputado Gustavo Fruet (PDT/PR), ao PL 976/2021 (Política Nacional de Cidades Inteligentes – PNCI), tendo sido aberto prazo para apresentação de emendas ao novo texto – o qual deve se estender até o dia 28 de setembro. A matéria ainda precisa ser analisada pelas Comissões de Finanças e Tributação (CFT) e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). Caso aprovado, o projeto seguirá para apreciação do Senado Federal.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria

QUER RECEBER INFORMATIVO SEMANAL COMPLETO, COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DOS ACONTECIMENTOS EM BRASÍLIA?

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 10/09/2021

MCTI suspende temporariamente Editais de Chamamento Público 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) suspendeu temporariamente, nesta sexta-feira (10), o Edital de Chamamento Público nº 23/2021/SEI-MCTI e Edital nº 11/2021/SEI-MCTI. A partir de 12 de setembro fica suspendido o Edital que visava a seleção de pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, apta a se qualificar como Organização Social, interessada em celebrar Contrato de Gestão, cujo objeto seja a pesquisa, o desenvolvimento, a extensão tecnológica, a formação de recursos humanos e a geração e promoção de empreendimentos de base tecnológica em semicondutores, microeletrônica, nanoeletrônica e áreas correlatas. Decorrente de recomendação do TCU no sentido de que “o prosseguimento das etapas previstas no Edital, sem a adequada fundamentação do processo de desestatização do Ceitec viola os princípios motivação, da eficiência e da economicidade”, a suspensão será por prazo indeterminado e, após autorização do TCU, nova data de abertura será divulgada e publicada no DOU. Mais informações poderão ser obtidas junto à Comissão, pelo e–mail: chamamento-semicondutores@mcti.gov.br ou no site.

Governo e ANPD lançam guia de proteção de dados 

– O Ministério da Justiça vai lançar com a ANPD (Agência Nacional de Proteção de Dados) um guia sobre a proteção de dados do consumidor na sexta-feira (10). O material vai explicar em quais situações o tratamento de dados pessoais é permitido, quem pode realizar esse processo e com base em quais informações. A ideia, segundo a pasta, também é orientar o consumidor sobre como agir em casos de violação de dados. O lançamento acontece em meio a uma onda de ataques a sistemas e redes de computador no país. Fonte: Agência Brasil

Revogada Portaria que dispunha sobre a período de transição para a contratação de serviços de TI no âmbito do SISP

 – A Secretaria de Governo Digital (SGD) tornou sem efeito, a partir de 10 de setembro, a Portaria STLI/MP nº 8/2009 que disciplinou o período de transição para a contratação de serviços de TI no âmbito do Sistema de Administração dos Recursos de Informação e Informática (SISP), durante o exercício de 2009. A medida revogada fixava o período de 1º de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2009 como de transição, a fim de que órgãos e entidades integrantes do SISP pudessem contratar serviços de Tecnologia da Informação para auxiliar na elaboração em curso de Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI); e na implementação em curso de Comitê de Tecnologia da Informação.

MEC estabelece diretrizes para a organização de Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia

 – O Ministério da Educação estabeleceu, nesta sexta-feira (10), as diretrizes para a organização dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e Colégio Pedro II, e definiu os parâmetros e normas para a sua expansão. Nesse sentido, as unidades dos Institutos Federais deverão atender às demandas regionais por educação profissional e tecnológica, pesquisa aplicada, inovação e extensão e poderão firmar parcerias, celebrar convênios e contratos com instituições públicas, comunitárias ou privadas para desenvolver iniciativas de ensino, pesquisa aplicada, inovação e extensão, respeitada a legislação atinente à matéria. A medida passa a vigorar a partir de 1º de outubro de 2021.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria

QUER RECEBER INFORMATIVO SEMANAL COMPLETO, COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DOS ACONTECIMENTOS EM BRASÍLIA?

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 03/09/2021

MCTI institui o “Programa MCTI Futuro: Futuro do Trabalho, Trabalho do Futuro” 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) instituiu, nesta terça-feira (31), o Programa “MCTI Futuro: Futuro do Trabalho, Trabalho do Futuro”, que objetiva ampliar o contingente de profissionais para atuar em ecossistemas digitais, em projetos de transformação digital e de PD&I, e que, adicionalmente, contribuam para qualificar ou atrair talentos para empreender no campo das TICs. Será coordenado pela Secretaria de Empreendedorismo e Inovação (Sempi/MCTI) e poderá contar com parcerias entre os setores públicos e privados.

    Haverá priorização a capacitação de recursos humanos para atuar em projetos de transformação digital ou de PD&I, com ênfase no aprimoramento das seguintes competências: (i) melhorar a qualidade da educação mediante o amplo acesso a conteúdo e tecnologias digitais; (ii) facilitar a empregabilidade; (iii) desenvolver bens, soluções ou plataformas; (iv) apoiar a formação de recursos humanos para a transformação digital de empresas; e (v) fomentar o empreendedorismo de base tecnológica.

      O Programa apoiará a capacitação nas áreas de computação em nuvem, big data, inteligência analítica,  mídias sociais, cybersegurança, internet das coisas, comunicações avançadas, fotônica, manufatura avançada, design de circuitos integrados, blockchain, robótica, inteligência artificial, aprendizado de máquina, tratamento de dados, classificação, regressão, experimentos e avaliação, automação em testes de software, scripts de testes automatizados, cross browser testing e orientação a dados, entre outras áreas relevantes para a transformação digital. Esta Portaria entra em vigor no dia 1° de outubro de 2021.

Ministro da Ciência e Tecnologia busca liberação de mais R$ 2 bi para o setor neste ano 

– O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, disse que o Orçamento da pasta deve aumentar 9,2% em 2022, em relação a este ano, chegando a R$ 9,7 bilhões. Nesta conta, segundo Pontes, não estão incluídos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) que vêm sendo contingenciados. Para este ano, o ministro disse que ainda busca liberar R$ 2 bilhões em recursos do fundo, não reembolsáveis, junto ao Ministério da Economia. A Lei Complementar 177/21 já proíbe o contingenciamento dos valores, mas o ministro Marcos Pontes afirmou que é preciso haver um trabalho de convencimento. Ele, inclusive, tem mantido conversas com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para explicar a importância dos recursos para o setor. “Quando a gente investe em Ciência e Tecnologia, a economia cresce”, ressaltou. O ministro da Ciência e Tecnologia disse aos parlamentares da Comissão Mista de Orçamento que o orçamento do FNDCT pode chegar a R$ 8,4 bilhões em 2022 se os recursos forem todos liberados. Metade do total é de recursos reembolsáveis, ou seja, empréstimos; mas o ministro disse que a taxa de juros associada aos valores, a TJLP, está muito alta e precisa ser revista. O ministro pediu apoio aos parlamentares para a aprovação do projeto de lei (PLN 16/21) que libera recursos para o ministério. Com o objetivo de discutir o orçamento de Ciência e Tecnologia, o relator do setor para o Orçamento de 2022, deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), ficou de se reunir em breve com o ministro Marcos Pontes.

MCTI debate estratégia de inovação com setores da sociedade 

– O secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim, participou na quinta-feira (2) do webinar Estratégia Nacional de Inovação, como o tema: Governança aplicada à inovação no Brasil. O evento foi realizado pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), organização social supervisionada pelo MCTI.  Durante o encontro foram apresentados detalhes da Estratégia Nacional de Inovação (ENI), lançada no dia 23 de julho e que faz parte do processo de redesenho da governança das políticas de inovação no Brasil, que começou com a Política Nacional de Inovação (PNI), publicada por meio do Decreto 10.534/2020. O CGEE participou da formulação da Estratégia levando uma série de subsídios técnicos, com base em evidências, sobre a inovação no país. Além disso, o projeto inaugurou um novo processo no Centro, que foi a participação ativa na elaboração de políticas públicas. O Secretário Paulo Alvim destacou a relevância do plano estratégico para o setor. “Essa é uma estratégia que tem um diferencial não só pela sua forma de construção, mas principalmente pelos compromissos assumidos pelos diversos atores que fizeram e fazem parte dos desdobramentos para a concretude e a execução dessa estratégia”.

ANPD abre consulta pública sobre a regulamentação da LGPD em MPEs 

– Encontra-se em andamento, no âmbito da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), consulta pública para o aprimoramento da minuta de resolução que regulamenta a aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados em microempresas e empresas de pequeno porte, bem como iniciativas empresariais de caráter incremental ou disruptivo que se autodeclarem startups ou empresas de inovação e pessoas físicas que tratam dados pessoais com fins econômicos. As contribuições deverão ser encaminhadas até 29 de setembro de 2021Dispõe, também, sobre audiência pública, a ser realizada nos dias 14 e 15 de setembro, de forma virtual por meio do canal da ANPD no Youtube. Informações adicionais, incluindo os horários de realização, serão disponibilizados posteriormente.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria

QUER RECEBER INFORMATIVO SEMANAL COMPLETO, COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DOS ACONTECIMENTOS EM BRASÍLIA?

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 27/08/2021


Instituída a Torre MCTI 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) instituiu, nesta segunda-feira (23), a Estrutura de Integração de Ciência, Tecnologia e Inovação (Torre MCTI), que visa integrar as políticas, os projetos, as atividades, os processos, os serviços e os produtos sob a gestão do MCTI, bem como de suas entidades vinculadas, supervisionadas e subordinadas, podendo ser implementada por plataforma digital a ser constituída por módulos e com capacidade para interoperar com outros sistemas do governo eletrônico. De seus objetivos específicos, destaca-se: (i) integrar e promover a articulação, coordenação e gestão de ações e parcerias relacionadas à CTI no País; (ii) sistematizar e dar visibilidade aos serviços, aos produtos e às ferramentas relacionadas à CTI, ofertadas pelo MCTI e suas unidades subordinadas, vinculadas e supervisionadas, e pelos demais atores do ecossistema de CTI; e (iii) prover visibilidade e acesso a informações para uso dos mecanismos e fontes de fomento e financiamento aplicáveis ao desenvolvimento da CTI.

A gestão e operação da Torre MCTI cabe ao Comitê Gestor, que entre outros deverá selecionar serviços a serem oferecidos por meio da Torre. Será composto pelo Secretário Executivo do MCTI, que o presidirá, assim como os demais Secretários da pasta e pelo subsecretário de Unidades Vinculadas. Poderão ser convidados servidores do MCTI e especialistas externos para participar das reuniões, ordinariamente mensais, sem direito a voto. Composição similar terá o Comitê de Implantação e Manutenção Operacional, que, entre outros, deve monitorar o desenvolvimento e implementação de módulos operacionais ou soluções digitais da Torre MCTI.

MCTI designa representantes do Ministério da Defesa ao CGI.br 

– O Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) designou, nesta quinta-feira (26), os seguintes representantes do Ministério da Defesa para comporem o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br): Antonio Paulo Vogel de Medeiros (titular), em substituição a Franselmo Araújo Costa; e Luciano Guilherme Cabral Pinheiro (suplente), em substituição a Bráulio de Paula Machado.

INEP estabelece as diretrizes de prova e componentes específicos na área de TI para realização do Enade 

– Nesta terça-feira (24), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) publicou uma série de portarias que dispõem sobre diretrizes de provas na área de TI, a serem observadas para a elaboração do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), edição 2021. A saber: (i) Portaria nº 385/2021, que estabelece diretrizes de prova e componentes específicos da área de Tecnologia em Redes de Computadores(ii) a Portaria nº 387/2021, que estabelece diretrizes de prova e componentes específicos da área de Sistemas de Informação; (iii) Portaria nº 396/2021, que estabelece diretrizes de prova e componentes específicos da área de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas; (iv) a Portaria nº 398/2021, que estabelece diretrizes de prova e componentes específicos da área de Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação(v) a Portaria nº 400/2021, que estabelece diretrizes de prova e componentes específicos da área de Ciência da Computação; e (vi) a Portaria nº 401/2021, que estabelece diretrizes de prova e componentes específicos da área de Ciência da Computação.

Ministério da Justiça e Segurança Pública reconhece a necessidade de proteger dados pessoais 

– Conforme a campanha #SalveSeusDados vêm reiteradamente alertando, a segurança dos dados pessoais é um tema cada vez mais presente na vida de todos os cidadãos, empresas e governos. E a cada dia que passa, mais órgãos públicos e privados vêm criando campanhas de conscientização para que mesmo as pessoas menos atentas aos perigos da vida digital tenham mais cuidados. O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) lançou em meados de agosto uma campanha educativa para informar consumidores e consumidoras sobre a proteção de dados. O principal objetivo da campanha é auxiliar as pessoas a identificar tentativas de golpes virtuais e a entrega de dados pessoais a empresas que podem fazer a utilização indevida deles. Segundo o Ministério, sua campanha – chamada Proteja Seus Dados – será veiculada até o dia 11 de setembro por meio das redes sociais.

Audiência debaterá projeto que regulamenta uso de inteligência artificial no País 

– A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados realiza, na segunda-feira (30), audiência pública para debater o projeto que regulamenta o uso de inteligência artificial no País (PL 21/20). A proposta, que tramita em regime de urgência, estabelece princípios, direitos, deveres e instrumentos de governança para a inteligência artificial.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria

QUER RECEBER INFORMATIVO SEMANAL COMPLETO, COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DOS ACONTECIMENTOS EM BRASÍLIA?

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 20/08/2021

Covid-19: CD-FNDCT aprova a utilização de crédito complementar para desenvolvimento de vacinas

 – O Conselho Diretor do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CD-FNDCT) autorizou, nesta quarta-feira (18), a utilização de crédito suplementar no valor de R$ 415 milhões, aberto pela Lei nº 14.169/2021, em favor do Fundo, para implementação, no exercício de 2021, de ações relacionadas ao combate à Covid-19. Neste sentido, em atenção à referida Lei, destina recursos para: (i) chamada pública, via subvenção, para selecionar pelo menos uma proposta para apoio financeiro à execução dos Ensaios Clínicos de Fase III de vacina contra o SARSCoV-2, cujo Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) tenha sido desenvolvido por pesquisadores brasileiros, no valor de R$ 310 milhões; (ii) apoio à realização de Ensaios Clínicos de Fase I/II de vacinas contra Covid-19 desenvolvidas no Brasil, no valor de R$ 80 milhões; e (iii) apoio, via contratação direta, para realização de Ensaio Clínico de Fase I/II de vacina nacional contra Covid-19 cujo IFA tenha sido desenvolvidas por pesquisadores brasileiros em ICTs nacionais, no valor de R$ 25 milhões.

Brasil e Colômbia firmam acordo na área espacial 

– Brasil e Colômbia firmaram na quinta-feira (19) um memorando de entendimento para a cooperação em atividades espaciais com fins pacíficos. O documento foi assinado pelos ministros de Ciência, Tecnologia e Inovações brasileiro, astronauta Marcos Pontes, e colombiano, Tito Crissien Borrero. A cooperação se dará em áreas temáticas como a observação da terra e o desenvolvimento, montagem, testes e operação de satélites. Além disso, o acordo vai permitir um uso compartilhado de infraestruturas científicas e tecnológicas entre os dois países. “Um programa espacial tem um papel muito importante no desenvolvimento de diversas áreas. E há uma série de desafios que podem, e precisam, ser resolvidos em parceria. Por isso é importante ter um parceiro como a Colômbia, que também poderá contar fortemente com o Brasil na criação de seu programa espacial”, afirmou o ministro astronauta Marcos Pontes durante a cerimônia de assinatura do memorando de entendimento.

 Comissão aprova projeto que dobra multa por reincidência nos casos de vazamento de dados pessoais

 – A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados aprovou o substitutivo do PL 3420/2019, do deputado Luís Miranda (DEM/DF), que dobra, na eventual reincidência, a multa aplicada às empresas em caso de vazamento de dados pessoais. Atualmente, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (Lei nº 13.709/2018) determina que a multa a uma empresa será de até 2% do faturamento no Brasil no último exercício, excluídos os tributos, até o limite de R$ 50 milhões por infração. O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação (CFT); e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).

 MCTI define os requisitos para priorização de PDT&I para 2021-2023 

– O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) definiu, nesta terça-feira (17), prioridades no que se refere a projetos de pesquisa, de desenvolvimento de tecnologias e inovações, para o período 2021 a 2023. Ao revogar o ato de 2020 que tratava do tema, a nova Portaria reafirma que a definição de prioridades busca alinhar a atuação do MCTI ao Plano Plurianual 2020-2023, tendo como objetivos específicos: (a) contribuir para a alavancagem em setores com maiores potencialidades para a aceleração do desenvolvimento econômico e social do país; (b) promover o alinhamento institucional de todos órgãos que integram a estrutura organizacional do Ministério, com intuito de obter sinergia melhorando a alocação de recursos; e (c) racionalizar o uso dos recursos orçamentários e financeiros.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria

QUER RECEBER INFORMATIVO SEMANAL COMPLETO, COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DOS ACONTECIMENTOS EM BRASÍLIA?

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 13/08/2021

Ø   Presidente designa membros ao Conselho Nacional de Proteção de Dados Pessoais – A Casa Civil divulgou, nesta terça-feira (10), a relação nominal dos membros a compor o Conselho Nacional de Proteção de Dados (CNPD), órgão consultivo da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). A publicação do decreto representa a consolidação do processo de formação do CNPD. A constituição dos assentos iniciou-se com a convocação pela ANPD da sociedade por meio da publicação dos Editais para formação das listas tríplices. Foram recebidas 122 indicações para os 5 editais publicados. O Conselho Diretor da ANPD elaborou listas tríplices de titulares e suplentes para constituição do CNPD e submeteu ao Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República para nomeação pelo Presidente da República Estarão representados no Conselho, dentre outros, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) a Casa Civil; os Ministérios da Justiça e Segurança Pública (MJSP), da Economia (ME) e da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI); o Senado Federal; a Câmara dos Deputados; o Conselho Nacional de Justiça (CNJ); o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP); o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br); bem como representantes da sociedade civil, do setor empresarial e do setor laboral; instituições científicas, tecnológicas e de inovação (ICT), e confederações sindicais.

 

Ø   Decreto reduz IPI para jogos eletrônicos e acessórios – O presidente Jair Bolsonaro editou o Decreto nº 10.765/2021, que reduz o IPI incidente sobre jogos eletrônicos e acessórios. A medida efetiva a redução das alíquotas do imposto (i) de 30% para 20% para consoles e máquinas de jogos de vídeo (NCM 9504.50.00); (ii) no caso de partes e acessórios dos consoles e das máquinas de jogos de vídeo cujas imagens são reproduzidas numa tela (NCM 9504.50.00 Ex 01), a redução será de 22% para 12%; e (iii) máquinas de jogos de vídeo com tela incorporada, portáteis ou não, e suas partes (NCM 9504.50.00 Ex 02), de 6% para zero. O ato foi publicado nesta quinta-feira (12) e já está em vigor. De acordo com a Secretaria Geral da Presidência da República, a medida tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento do segmento no país. Essa é a terceira redução de impostos no setor de jogos eletrônicos desde o início do governo. Em dois decretos anteriores, em 2019 e 2020, Bolsonaro já havia reduzido as tarifas.

 

Ø   Bolsonaro quer limitar retiradas de conteúdos de páginas da internet – O presidente Jair Bolsonaro afirmou na segunda-feira (9) que deve enviar projeto de lei ao Congresso Nacional para proibir empresas de tecnologia e redes sociais de retirarem conteúdos do ar sem decisão judicial. O texto deve ser encaminhado ainda nesta semana, segundo o presidente. “Decisão minha é nesta semana enviarmos projeto curtinho para parlamento, mais ou menos seguindo com seguintes termos, baseado no art. 5º [da Constituição] das garantias e direitos individuais, um deles liberdade de expressão. Fazer com que qualquer matéria sua, de quem está nos ouvindo, só possam ser retiradas dessas páginas por decisão judicial. E ponto final”, declarou em entrevista à Rádio Brado, da Bahia.

 

Ø   Decreto institui Comitê Gestor da Rede Nacional de Contratações Públicas – O presidente Jair Bolsonaro editou o Decreto nº 10.764/2021, que dispõe sobre o Comitê Gestor da Rede Nacional de Contratações Públicas, de que trata o § 1º do art. 174 da Lei nº 14.133/2021. Dentre outros, fica instituído Comitê Gestor, que se reunirá, em caráter ordinário, bimestralmente e, em caráter extraordinário, mediante convocação do seu Presidente, e ao qual compete: (i) gerir o Portal Nacional de Contratações Públicas (PNCP); (ii) padronizar os aspectos técnicos relacionados ao suporte tecnológico do PNCP; (iii) definir as estratégias de sensibilização e capacitação de servidores, empregados públicos e militares para a utilização do PNCP; (iv) promover as iniciativas de cooperação, integração e compartilhamento de dados, soluções, produtos e tecnologias para o aperfeiçoamento do PNCP; e (v) assegurar que o PNCP adote: (a) o formato de dados abertos; e (b) o uso de linguagem simples e de tecnologia, para otimização de processos, e os demais princípios e diretrizes do Governo Digital e da eficiência pública. Ainda, o Presidente do Comitê Gestor poderá convidar especialistas e representantes de outros órgãos ou entidades, públicos e privados, para participar de suas reuniões, sem direito a voto; e os representantes que irão compor o Comitê.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria

 

QUER RECEBER INFORMATIVO SEMANAL COMPLETO, COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DOS ACONTECIMENTOS EM BRASÍLIA?

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 06/08/2021

Comitiva do MCTI debate Inteligência Artificial com ministro italiano – Na quarta-feira (4), o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, se reuniu com o ministro do Desenvolvimento Econômico da Itália, Giancarlo Giorgetti, para tratar sobre o tema Inteligência Artificial. O Ministério do Desenvolvimento Econômico da Itália tem como áreas de competência setores como: energia, comunicação, empresas, comércio internacional, mercado e consumidores, incentivos e ferramentas de apoio. A Itália se prepara para suprir uma demanda de IA que será crescente no país no pós-pandemia. Neste sentido, o Brasil poderá auxiliar, visto as características do ecossistema de inovação italiano. As ações de Inteligência Artificial no Brasil já permitem avanços na indústria 4.0, na agricultura, na saúde e nas cidades inteligentes. A embaixada do Brasil em Roma tem realizado iniciativas para aproximar os dois países na área digital. No mês passado foi realizado um webinário com o tema: “O Futuro da Inteligência Artificial no Brasil e na Itália: tendências e oportunidades de parceria”, que contou com a participação do secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, Paulo Alvim. Também no mês de junho foi assinado um Memorando de Entendimento de Cooperação com empresas italianas referências nos setores de energia, mobilidade elétrica, tecnologias, conectividade e segurança cibernética. A cooperação bilateral tem o objetivo de fornecer soluções tecnológicas para cidades mais conectadas.

Na Itália, Brasil e Argentina têm reunião bilateral sobre transformação digital – Durante um intervalo na agenda do encontro do G20 em Trieste, na Itália, a comitiva do MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, encabeçada pelo ministro astronauta Marcos Pontes, teve uma reunião na quinta-feira (5) com representantes da Argentina para tratar de empreendedorismo e transformação digital. O ministro se encontrou com a secretária de Inovação Pública do Gabinete Nacional de Ministros da Argentina, Micaela Sánchez Malcolm. A Secretaria busca promover a inclusão digital de todos os argentinos para que cada administração provincial e municipal seja mais ágil e preste os melhores serviços aos seus cidadãos, por meio de soluções tecnológicas e digitais, como plataforma de soluções municipais; Digital Point (programa de inclusão digital); Plataforma Virtual de Aprendizagem; Wi-fi Country Digital, dentre outros.

Reunião com ministro japonês trata de cooperação internacional e IA – Como parte da missão oficial do MCTI na Itália, Áustria e Suíça, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, se reuniu na quinta-feira (5), em Trieste, na Itália, com o ministro de Assuntos Internos e Comunicações do Japão, Ryota Takeda. Os ministros trataram de temas como Inteligência Artificial, os Centros de Tecnologias em IA apoiados pelo MCTI, o Plano Nacional de IoT, que conta com câmaras específicas para incentivar o uso das tecnologias 4.0 em agricultura, cidades, indústria, saúde e turismo; cooperação em soluções para a agricultura 4.0; e projetos de desenvolvimento e inovação no Brasil que podem contar com participação japonesa.

Declaração de ministros do G20 identifica 12 ações para acelerar a transformação digital – Durante a reunião ministerial do G20 na quinta-feira (5), em Trieste, na Itália, ministros do G20 assinaram uma declaração conjunta em que identificam 12 ações para acelerar a transformação digital da economia e governos. O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, é um dos representantes do Brasil no evento e discursou nos painéis “Transformação Digital para Recuperação da Economia” e “Sociedade na Economia Digital”. Os 12 princípios destacam temas como a transformação digital para o crescimento sustentável; uso da inteligência artificial para promoção de startups; medição, prática e impactos da economia digital; conscientização e proteção do consumidores; proteção e empoderamento de crianças no ambiente digital; apoio a inovação para cidades inteligentes; conectividade e inclusão social; livre fluxo de dados entre os países; digitalização de serviços públicos; identidade digital; regulamentação ágil; e transformação da Força Tarefa para Transformação Digital do G20 em um Grupo de Trabalho para esse fim. O documento está disponível na página do G20.

MCTI designa representantes ao Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CCT) – O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) divulgou, nesta quinta-feira (5), a relação nominal dos representantes dos produtores e dos usuários de ciência da tecnologia, assim como, os representantes escolhidos pelas entidades dos setores de ensino, pesquisa, ciência e tecnologia, para compor o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CCT).

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 30/07/2021

MCTI institui a Estratégia Nacional de Inovação para 2021-2024 – A Câmara de Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (CI/MCTI) aprovou, nesta segunda-feira (26), a Estratégia Nacional de Inovação 2021-2024; bem como os Planos de Ação para os Eixos de Fomento, Base Tecnológica, Cultura de Inovação, Mercado para Produtos e Serviços Inovadores e Sistemas Educacionais. O Anexo I da Resolução lista as metas da Estratégia Nacional de Inovação, dentre as quais destacam-se: (I) aumentar o volume de investimento empresarial em inovação em relação ao faturamento; (II) aumentar a taxa de inovação das empresas brasileiras; e (III) elevar para 3 milhões o total de matrículas em cursos técnicos e em cursos de qualificação profissional.

O documento também apresenta relação de iniciativas estratégicas que compõe seus Eixos, como: (i) alinhamento entre os programas e as ações de fomento à inovação e de estímulo a investimentos privados; (ii) estímulo da base de conhecimento tecnológico para a inovação; e (iii) desenvolvimento dos sistemas educacionais para a inovação. Por sua vez, o Anexo II aborda Planos de Ação Temáticos, aninhadas por Eixo, apesentando informações como sua descrição, público alvo e orçamento previsto para 2021 e 2022. O ato também prevê que a CI pode revisar as ações estratégicas da Estratégia Nacional de Inovação a cada dois anos, bem como aprovar novos planos temáticos e setoriais a qualquer tempo.

CI/MCTI publica Resoluções sobre seu funcionamento – A CI/MCTI publicou, nesta segunda-feira (26), as seguintes resoluções: (I) a Resolução nº 2/2021, que aprova a proposta de criação do Conselho Consultivo Brasil Inova, como um colegiado de assessoramento da Câmara de Inovação no cumprimento de suas atribuições. A medida prevê que ele contará com a participação formal da sociedade civil em sua composição. Além disso, prevê que o MCTI encaminhará em até 45 dias minuta de Decreto para a Presidência da República propondo as alterações necessárias no Decreto 10.534/2020, que institui a Política Nacional de Inovação;

(II) a Resolução nº 3/2021, em que cria quatro grupos consultivos temáticos, no âmbito da CI, com a finalidade de assessorar na implementação da Política Nacional de Inovação. Para tanto devem: (i) definir áreas prioritárias para as agências de fomento; (ii) promover a articulação das instituições de ciência, tecnologia e inovação com o setor produtivo; (iii) identificar as demandas por formação profissional em setores com potencial de inovação; e (iv) ampliar a transferência de tecnologia. Serão responsáveis pela constituição dos grupos para os itens i e ii o MCTI; enquanto cabe ao Ministério da Educação (MEC) constituir o grupo que trata do item iii, ao tempo que o grupo que trata da transferência de tecnologia será definido pelo presidente da CI após manifestação dos Ministérios interessados; e

(III) a Resolução nº 4/2021, onde fica aprovado e promulgado seu Regimento Interno. O ato prevê que a CI, vinculada à Casa Civil, atuará como órgão deliberativo e autônomo, que possui autonomia administrativa e técnica, com competência para, entre outros: (i) formular, aprovar, coordenar e acompanhar a Estratégia Nacional de Inovação, no âmbito da Política Nacional de Inovação, em articulação com o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia; (ii) definir as áreas prioritárias para o fomento à inovação no setor produtivo, com base em critérios objetivos e no diagnóstico dos problemas conjunturais e estruturais a serem superados, a fim de estimular o aumento da produtividade e da competitividade das empresas e demais instituições que gerem inovação no País, nos termos da Política Nacional de Inovação; e (iii) promover a articulação, a integração e o alinhamento dos atores, dos sistemas e dos instrumentos de políticas públicas aos programas e às ações de inovação dos órgãos da administração pública federal. A Câmara, de composição interministerial, será presidida pela Casa Civil. Cabe à Secretaria de Empreendedorismo e Inovação do MCTI a secretaria-executiva da Câmara que reunir-se-á semestralmente, ou quando convocada pelo presidente ou pela secretaria-executiva.

MCTI retifica edital de chamamento público – O MCTI retificou, nesta quinta-feira (29), o edital de Chamamento Público, alterando e suprimindo diversos trechos do edital, que tem por objetivo selecionar Organização Social (OS) que ficará responsável pelas atividades de pesquisa, desenvolvimento e extensão tecnológica na área de semicondutores. Dentre os itens alterados, está o prazo de contribuições, agora entre os dias 12 e 17 de setembro.

Portaria Interministerial dispõe sobre exigências de contrapartidas em convênios de PD&I – Publicada nesta quarta-feira (28), a Portaria Interministerial nº 4.854/2021, assinada pelos ministros da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e da Economia (ME) disciplina o § 4º do art. 38 do Decreto nº 9.283/2018, para dispor sobre a exigência de contrapartida em convênios para pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I). A referida exigência é associada a convênios para pesquisa, desenvolvimento e inovação celebrados entre os órgãos e as entidades da União, as agências de fomento e as Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT), públicas e privadas, para execução de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, com transferência de recursos financeiros públicos. A Portaria, então, estabelece que a contrapartida poderá ser financeira ou não financeira, nesse caso, correspondendo à contraprestação em bens e serviços, cujo valor monetário será estimado e identificado no termo. A contrapartida será de pelo menos: (i) 2% do valor total quando celebrado com órgão ou entidade pública estadual ou distrital; ou (ii) 1% do valor total quando celebrado com órgão ou entidade pública municipal ou com ICT privada. A medida entre em vigor em 1º de outubro de 2021.

Portaria Interministerial designa membros ao CGI.br – Os ministros de Estado chefe da Casa Civil da Presidência da República (CC/PR), da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e das Comunicações (MCom) divulgaram a relação nominal dos membros a o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), na condição de representantes da Casa Civil da Presidência da República. A saber: Orlando Oliveira dos Santos (titular) em substituição a Heitor Freire de Abreu; e Guilherme Carvalho Chehab (suplente), em substituição a Ysrael Rodrigues De Oliveira.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 09/07/2021

CNPq cria Comitê de Governança Digital 

– Nesta quarta-feira (07), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) criou o Comitê de Governança Digital (CGD), órgão de assessoramento técnico-administrativo, com a finalidade de avaliar, dirigir, monitorar e deliberar sobre os assuntos relativos à implementação das ações de governo digital e ao uso de recursos de TIC. Dentre suas competências, destacam-se: i) aprovar o Plano de Transformação Digital do CNPq; ii) aprovar o Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicações (PDTIC) para o CNPq; e iii) aprovar o Plano de Dados Abertos. Terá como membros: i) o diretor de Gestão e Tecnologia da Informação, que o coordenará; ii) o diretor de Engenharias, Ciências Exatas e Humanas e Sociais; iii) o diretor de Ciências Agrárias, Biológica e Saúde; iv) o diretor de Cooperação Institucional; v) o coordenador Geral de Tecnologia da Informação; vi) o encarregado do Tratamento de Dados Pessoais; e vii) coordenador Geral de Administração e Finanças. Reunir-se-á trimestralmente e extraordinariamente por convocação do coordenador ou por maioria dos membros.

É instituída a Comissão Interministerial de Coleta Seletiva Solidária

 – Foi instituída, nesta sexta-feira (09), por meio da Portaria Interministerial nº 08/2021, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e do Ministério das Comunicações, a Comissão Interministerial de Coleta Seletiva Solidária (CICSS). São competências da Comissão: i) implantar e supervisionar a separação de resíduos recicláveis descartados na fonte geradora; ii) implantar a supervisionar a destinação de resíduos para as associações e cooperativas de catadores de matéria reciclável; e iii) apresentar avaliação sobre o processo de separação dos resíduos recicláveis na fonte geradora e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores.

Compras governamentais: Aquisições de TIC têm de respeitar preços de catálogo da Economia 

 – Nesta quinta-feira (08), foi publicada a Instrução Normativa – a IN 65 –  no Diário Oficial da União – da Secretaria de Gestão do Ministério da Economia, estabelecendo que os preços de itens constantes nos Catálogos de Soluções de TIC com Condições Padronizadas, publicados pela Secretaria de Governo Digital da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, deverão ser utilizados como preço estimado, salvo se a pesquisa de preços realizada resultar em valor inferior. Até o momento, já aderiram ao modelo o Supremo Tribunal Federal (STF), a Câmara dos Deputados, os governos estaduais de Goiás e de Minas Gerais, o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais e a Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan/RS), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Ministério Público do Rio de Janeiro e a Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia de Salvador. A medida do governo federal – que racionaliza as compras de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) – se tornou modelo para instituições de outras esferas e poderes por promover a redução dos gastos públicos. Os acordos corporativos trazem como resultado prático a publicação de catálogos com os produtos de cada um dos principais fornecedores de TIC. No caso da Microsoft, são mais de dois mil itens no catálogo.

Aprovados os processos de regulamentação no âmbito da ANPD 

– Na sexta-feira (9), a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) publicou a Portaria ANPD nº 16, de 8 de julho de 2021, que aprova o processo de regulamentação no âmbito da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), que inclui os procedimentos para elaboração, revisão, implementação, monitoramento e avaliação de regulamentação. Dentre outros, estabelece que a CGN coordenará o processo de regulamentação, que contempla as seguintes etapas: i) Agenda Regulatória; ii) Projeto de Regulamentação; iii) Análise de Impacto Regulatório; iv) Consulta Interna; v) Consulta à sociedade; vi) Análise jurídica; vii) Deliberação pelo Conselho Diretor; e viii) Avaliação do Resultado Regulatório. Esta Portaria entra em vigor no dia 1º de agosto de 2021.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!

REVIEW ASSESPRO-SP PARA SETOR DE TIC – 02/07/2021

MCTI prorroga prazo de entrega do FormP&D 

– Nesta terça-feira (29), o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) prorrogou para 30 de setembro de 2021 o prazo para a prestação de informações da Lei do Bem do ano base de 2020, referentes às atividades de pesquisa tecnológica e desenvolvimento de inovação tecnológica por meio do Formulário Eletrônico (FORMP&D).

Aprovado o Plano de Dados Abertos da Agência Espacial Brasileira 

– Nesta segunda-feira (28), na reunião extraordinária Comitê de Governança Digital, foi aprovado Plano de Dados Abertos (PDA) da Agência Espacial Brasileira (AEB) para o período de Junho/2021 a Junho/2023. Entre outros, o documento objetiva promover o planejamento e a coordenação das ações de disponibilização e sustentabilidade de dados abertos, zelando pelos princípios da publicidade, transparência e eficiência, visando a disseminação de dados e informações para a sociedade em formatos reutilizáveis, de maneira a incentivar a participação social e promover a melhoria da qualidade dos dados disponibilizados.

MCTI institui a Política de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação da AEB

 – Nesta sexta-feira (02), o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) institui a Política de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação (PGTIC) da Agência Espacial Brasileira (AEB). Entre outros, a PGTIC é constituída por um conjunto de objetivos, princípios, diretrizes, normas, processos, estruturas organizacionais, papéis e responsabilidades, visando à criação de valor para a instituição e para o cidadão mediante o uso dos recursos de TIC. A PGTIC da AEB tem por finalidade assegurar o alinhamento das práticas de governança, de gestão e de uso da TIC com as estratégias de negócio da autarquia, observados os seguintes objetivos específicos: i) contribuir para a sustentabilidade, o cumprimento da missão e a melhoria dos resultados institucionais, em benefício da sociedade; ii)  prover mecanismos de transparência e controle da governança e da gestão de TIC; iii) estabelecer diretrizes para o planejamento e a organização da TIC, bem como para atividades relacionadas ao provimento, à gestão e ao uso de soluções de TIC; iv) definir papéis e responsabilidades dos atores envolvidos na governança e gestão de TIC; e v) definir as estruturas envolvidas na governança de TIC.

Lei do Governo Digital entra em vigor com foco na eficiência e inovação

 – Entra em vigor na quarta-feira (30) a Lei nº 14.129/2021, conhecida como Lei do Governo Digital. A norma estabelece regras e instrumentos para o aumento da eficiência da Administração Pública, especialmente por meio da inovação, da transformação digital e da participação dos cidadãos. Com o objetivo de ampliar a oferta de soluções digitais e facilitar a vida dos brasileiros, a lei institui, entre outras diretrizes: serviços digitais acessíveis por dispositivos móveis (como o aplicativo Meu INSS e a Carteira de Trabalho Digital); uso de plataforma única de acesso a informações e serviços, o gov.br; estímulo às assinaturas eletrônicas nas interações entre órgãos públicos e cidadãos (assinatura avançada nas juntas comerciais, por exemplo); fortalecimento da transparência e do uso de dados abertos pelo governo; além da aplicação da tecnologia para otimizar processos de trabalho da Administração Pública.

 LGPD:TCU e Cetic.br vão medir a adequação dos setores público e privado 

– Com quase um ano de vigência da Lei Geral de Proteção de Dados (Lei 13.709/18), permanece um certo lugar-comum em apontar que grande parte das empresas ainda não se preparou para a nova legislação. E para tentar uma medida mais próxima da realidade, levantamentos do Tribunal de Contas da União e do Cetic.br vão medir a adequação dos setores público e privado à LGPD. “No governo, o Tribunal de Contas da União, com colaboração da ANPD, aplicou um questionário para termos uma noção de como estão os órgãos públicos em relação a adequação à LGPD. E o Cetic.br também está preparando uma pesquisa para termos essa noção”, afirmou na sexta, 25/6, o presidente da Autoridade Nacional de Proteção de Dados, Waldemar Gonçalves.

Fonte: Foco Assessoria e Consultoria Ltda.

Venha para a assespro-SP!

Startups, PME, grandes empresas, MEI, empreendedores, ecossistemas de inovação, coworkings, órgãos públicos, e para todos que acreditam em um novo amanhã, um novo setor de TIC, um estado de SP, ainda + Forte e INOVADOR!

Faça parte da maior associação Empresarial da Tecnologia da Informação do Brasil, Assespro Nacional, na regional de São Paulo, principal centro econômico, industrial e tecnológico do Brasil.

Se liga e conecte-se conosco!

*OBS: Para associar-se , o CNPJ tem que ter atividade ou subatividade relacionada com TIC, com matriz ou filial do estado de SP.

Quer saber + Informações. Solicite nosso contato AQUI!